Tudo certo, mas nada em ordem

A cara-de-pau de certas figuras, especialmente no governo, parece mesmo que não tem limites. Na última terça-feira, segundo leio no site Tela Viva, foi promovido em Brasilia um certo “Fórum Brasil Conectado 2010”, com um desfile de mentiras (ou meias-verdades, vá lá…) sobre o mercado de telecom e principalmente a implantação do já célebre Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Juntaram alguns empresários que devem favores ao governo (ou esperam por privilégios) mais uma turma de burocratas e amigos do poder para anunciar, alto e bom som, que as metas da fase inicial do Plano foram atingidas!!! Bem, se você – como eu – não percebeu, deve estar mal informado. Esses senhores engravatados garantem que vai tudo às mil maravilhas. Exemplos? O Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) – aliás, esses caras gostam de nomes assim, pomposos, não? Diz Cezar Álvarez, um dos principais assessores do presidente Lula na área de tecnologia e presidente do Grupo Gestor de Políticas de Inclusão Digital (outro título cheio de pompa…), que o PGMU foi concluído. Detalhe: somente na semana passada a Anatel iniciou o processo de discussão pública das tais metas, que inclusive estão sendo questionadas na Justiça pelas operadoras. Ou seja, deram por “concluído” algo que ainda nem foi discutido…

Os exemplos colhidos pelo Tela Viva são vários, e gritantes. Incluem, por exemplo, a implantação de redes 3G em todos os municípios do País até o final do ano. Obra também “concluída”, diz o sr. Álvarez. Ou a implantação da rede de fibra óptica a ser usada no PNBL. Igualmente “concluída”, segundo o mesmo senhor. Ou ainda a negociação para isenção de ICMS e IPI na venda dos modems de banda larga. Outra que foi “concluída”. E por aí vai.

“Avançamos muito”, diz Álvarez. “Só o fato de começar a discussão já é um grande avanço”. O pior é que essa gente diz as coisas e nem sequer fica vermelha.

Um comentario para Tudo certo, mas nada em ordem

  1. José Guilherme Wasner Machado 07/12/2010 at 6:44 am #

    É, Orlando… os caras nem estão sendo tão originais assim. Apenas seguem o exemplo do chefão, o Sr.Nuncantesnessepais, de mentir com a maior cara dura possível, que o povo acredita. E se repetir vezes suficientes, vira verdade. É batata! Funciona!

Deixe uma resposta