Indústria das comunicações

25 de fevereiro de 2011

Não sei se estou ficando louco, mas segundo o site Tela Viva a presidente Dilma Roussef determinou que, a partir de agora, o Ministério das Comunicações seja “admitido” no Conselho de Política Industrial. Este é composto pelos ministros da Fazenda, Indústria & Comércio, Relações Exteriores, Minas e Energia etc., que têm a ver com o setor industrial. Até aí, tudo bem. Mas a decisão de Dilma significa que até agora o setor de Comunicações – que abrange uma vasta gama de atividades: televisão (aberta e fechada), rádio, cinema, banda larga, internet etc. – não participava das decisões sobre política industrial. Isso, num país que diz querer ser admitido no Primeiro Mundo!

Menos mau: depois de oito anos, descobriram que a indústria de comunicações existe. Fabricantes e importadores de equipamentos, emissoras, produtoras, provedores, operadoras, empresas de software e todas as outras envolvidas agora, talvez, poderão dar palpite nas decisões que têm a ver diretamente com seus destinos. É isso aí: estamos caminhando para o século 20.

Deixe uma resposta