Assistindo 3D em telas maiores

Estamos avaliando, em nossa sala de testes, um dos melhores equipamentos lançados recentemente no Brasil: o kit Home Cinema 3D, da empresa paranaense Converge (assistam aqui a um vídeo). Trata-se de um pacote que inclui projetor, media center e dois pares de óculos ativos. Juntando uma tela de projeção, receiver e caixas acústicas, monta-se um belíssimo sistema de home theater 3D, que pode inclusive ser comandado via iPhone. Na comparação com os TVs 3D à venda no mercado, a diferença básica está no tamanho da tela: o projetor é compatível com telas de até 200 polegadas; estamos testando com uma de 84″, e o impacto é espetacular. Evidentemente, o tamanho da tela depende do tamanho da sala, mas a possibilidade de ampliar os efeitos tridimensionais a um nível até agora inédito no mercado brasileiro é, sem dúvida, um grande atrativo.

Outro diferencial está no media center que faz parte desse kit. Normalmente, para assistir a imagens 3D você precisa de um player Blu-ray compatível e de alguns discos; ou de um TV que faça a conversão 2D/3D a partir do sinal convencional da TV Digital. Vi até agora bem poucos televisores que executam bem essa tarefa. Já os players Blu-ray têm apresentado todos mais ou menos o mesmo padrão de qualidade. O problema é a falta de conteúdo: quase não existem vídeos 3D no Brasil, e mesmo no Exterior a oferta é insignificante. A solução encontrada pela Converge foi equipar seu media center com leitor de discos Blu-ray e memória suficiente para armazenar muitas horas de conteúdo 3D, além de conversor 2D/3D. Ao comprar o kit, o usuário já recebe alguns filmes gravados no aparelho, que podem ser acessados através de um menu facílimo de navegar. Se quiser, pode também comprar seus filmes 3D e copiá-los para a memória do media center, que chega a 2 terabytes (na versão top de linha).

No comments yet.

Deixe uma resposta