Telas grandes, muito grandes…

31 de outubro de 2012

Antecipando aquela que promete ser a grande batalha da indústria eletrônica em 2013, a Samsung já começou a vender no Brasil seu TV de 75 polegadas (mod. UN75ES900G, foto), que tem preço sugerido de R$ 25.999 (vejam aqui um vídeo mostrando o produto). A LG também já está comercializando seu modelo de 72″ (72LM9500), que nossa equipe está começando a testar – já testamos o equivalente de 47″ (vejam neste vídeo). Também já passou por nossa sala de testes o monitor Sharp de 80″, este sem acesso à internet, ao contrário dos outros citados. E vamos testar em breve o Sharp de 70″, este sim TV smart.

Pelos dados mais recentes disponíveis, da consultoria alemã GfK, os TVs com painel backlight de led já ultrapassaram os LCDs convencionais no mercado brasileiro. Em julho, os LEDs respondiam por 50,9% das vendas, contra 43,5% dos LCDs e 5,6% dos plasmas, numa curva ascendente que, até o final do ano, deve chegar a 60%. A previsão da indústria é que 2012 bata o recorde de vendas de TVs, superando a marca de 12 milhões de unidades. Não há estatísticas oficiais sobre quanto disso corresponde a telas grandes, mas a Samsung divulgou um dado interessante: 10% de seus TVs de led vendidos têm mais de 47″.

Juntando todos os números, chega-se à conclusão empírica de que os chamados “TVs gigantes” já somam em torno de 700 mil unidades vendidas. Não é pouco, ao contrário, é uma cifra significativa num país onde até outro dia ninguém tinha TV maior do que 50″. Como disse o diretor de marketing da Samsung, Marcelo de Melo Franco, ao repórter Ricardo Marques, da revista HOME THEATER & CASA DIGITAL, parte desse fenômeno tem a ver com a paixão do brasileiro por telas grandes – na verdade, acrescento eu, paixão por telas maiores que a do vizinho, não importando muito aqui o quesito “qualidade de imagem”.

Os TVs de tela grande que estão chegando, quase todos importados, não vencem a demanda das lojas. Poucas conseguem sequer ter um exemplar para demonstração (fiz eu mesmo a prova esta semana), o que obriga o consumidor a 1) percorrer várias lojas até encontrar um para ver de perto; ou 2) simplesmente comprar sem ver, o que é sempre um risco. Já existem, inclusive, listas de espera para o modelo 4K, de 84″, da LG, que tem preço final estimado em R$ 40 mil e previsão de entrega para final de novembro.

Esse é o surpreendente mercado brasileiro.

Deixe uma resposta