As curvas que as telas dão

Curved-UHD-TVs-that-Aren-t-OLED-Based-381203-5Ainda falando sobre a IFA (aqui, o link para nosso hot site), não tive chance de comentar aqui sobre os polêmicos TVs de tela curva. Há no ar um cheiro de que pelo menos um fabricante (LG) irá lançá-los no Brasil antes do fim do ano. Se e quando isso acontecer, os leitores poderão tirar a prova com os próprios olhos: o impacto visual é inegável.

Na IFA, os três maiores fabricantes (LG, Samsung e Sony) demonstraram esse tipo de TV. Todos impecáveis. Como não estavam lado a lado, é impossível compará-los. Mas, com base no que vimos e ouvimos de executivos das três empresas no evento, podemos aqui fazer um, digamos, balanço de características e especificações, para o leitor ir se acostumando à novidade.

Antes, um registro: a grande vantagem de um TV de tela curva é para quem tem família grande, ou quem costuma assistir televisão em grupo. Quem está bem de frente ao centro da tela não irá notar muita diferença; aliás, os TVs são tão bonitos que essa pessoa talvez se distraia admirando o design, e não a imagem exibida.

Os fabricantes (todos) dizem que a curvatura se baseia nas telas de cinema 3D, que por sua vez foram inspiradas nas antigas Cinemascope. Haveria maior imersão e, no caso de um bom sistema de home theater, maior envolvimento, como se a imagem estivesse rodeando o espectador. Sinceramente, não pude conferir essas sensações durante as demos a que assisti na IFA, até porque eram dezenas de TVs por metro quadrado!

LG e Samsung já lançaram TVs de tela curva em alguns países, ambos de 55 polegadas e com display OLED (neste vídeo, o modelo da LG). A princípio, pensava-se que somente essa tecnologia permite construir TVs curvos, pela maior flexibilidade dos painéis. Mas a Sony surpreendeu a todos mostrando na IFA um TV curvo LCD, com backlight de leds, de 65″, prometido para chegar ao mercado internacional já em outubro (seu preço seria na casa dos US$ 4 mil). Para efeito de comparação, os OLEDs Samsung e LG têm preço sugerido de US$ 9 mil.

No entanto, a Samsung escondeu até o último momento uma outra surpresa: o primeiro TV OLED de tela curva e com resolução 4K (foto acima). Na verdade, eram dois modelos, de 55″ e 65″, tamanhos que aparentemente vão se tornando padrões na indústria. Claro, exibindo imagens 4K, esses aparelhos foram muito mais apreciados pelos visitantes da IFA – embora a empresa coreana tenha dado poucas informações sobre eles. Seria uma maneira de demonstrar superioridade técnica sobre os concorrentes? “Todo mundo sabe que é muito mais difícil produzir um TV de tela curva do que um de tela plana, mesmo que este seja OLED”, comentou o vie-presidente da empresa, Hyun-suk Kim. “Mostramos que podemos produzir ambos.”

Surgiu a suspeita de que os dois aparelhos tenham sido produzidos apenas para o evento e nem chegarão ao mercado, mas a empresa não comentou. A conferir.

5 comentarios para As curvas que as telas dão

  1. olimpio 27/09/2013 at 7:37 pm #

    Outro dia eles falavam que as telas tinham que ser planas por que estas proporcionavam menores distorção na imagem.

  2. WALTER ANDRADE CARNEIRO 04/10/2013 at 1:09 pm #

    Antes de tudo quero reportar que a PANASONIC possui, sim, um excelente TV de Plasma tipo 4K, de 85″; apenas que esse modelo nunca foi oferecido ao público devido ao seu preço exorbitante e ao fato, mais crucial, referente ao elevado consumo energético da mesma, para uso doméstico. As informações sobre esse produto da Panasonic-Jp não são disponíveis pela mesma para análises e comentários. Agora, quanto às novas telas curvas das TV eu argumento que tal curvatura, mesmo sendo bastante suave e bonitas, vão sim provocar distorção nas imagens do tipo “skyline” onde uma linha reta horizontal vai ficar distorcida, a exemplo da imagem da Golden Gate Bridge de San Francisco, no filme CINERAMA “A Conquista do Oeste” (3 projetores, conforme demonstrado no BD americano que vem com o formato chamado “Smile” que simula a curvatura do filme em Cinerama) onde a tal ponte aparece totalmente distorcida no final do filme. Não acredito que será diferente no formato das novas TV, seja FullHD ou 4K.

  3. Orlando Barrozo 04/10/2013 at 3:55 pm #

    Valeu, Walter. Obrigado pelos comentários. Abs. Orlando.

  4. Armando 02/12/2014 at 1:52 pm #

    Antigamente só havia televisão com tubo e tela curva mas ao contrário, depois fizeram a plana com o argumento de ser melhor, agora qual a vantagem de curva-la novamente?

  5. Rubens 04/12/2014 at 9:19 am #

    Armando, piadas à parte, e sem entrar no merito se é melhor ou nao (eu, particularmente, nao vejo vantagem alguma em telas curvas em televisores “pequenos”, como 55 polegadas), mas a curvatura da tv de tubo CRT era convexa, enquanto os novos televisores possuem uma curvatura concava, como nas grandes telas de cinema. Nao é a mesma coisa.

Deixe uma resposta