Vem aí uma nova guerra de preços?

Comentamos aqui anteontem sobre as novas linhas de TVs da LG e da Samsung, mostradas na Coreia, e eis que o Korea Daily, um dos principais jornais de Seul, informa que já está em execução uma estratégia das duas empresas para cortar os preços dos TVs 4K. No mercado americano, os cortes já começaram. O modelo Samsung de 55″ caiu de US$ 5.499 para US$ 2.999; o de 65″ passou de US$ 7.499 para US$ 4.499; e o LG de 55″ teve redução equivalente: de US$ 6.000 para US$ 3.499.

E por que esses cortes, quando os próprios fabricantes alegam que é justamente nos TVs 4K, mais caros, que estão as margens de lucro atualmente? Há duas razões: China e Sony. Segundo o jornal coreano, que cita pesquisas da NPD DisplaySearch, a fabricante japonesa lidera o segmento UHD com 23,4% de participação (dados do último trimestre de 2013), seguida pelas chinesas Skyworth e TCL, ficando Samsung em 4° lugar e LG em 8°. No total, somando todas as categorias de TVs, as coreanas continuam bem à frente, mas aparentemente isso não lhes satisfaz (no Brasil, onde não há estatísticas oficiais, as últimas indicações eram de que a liderança em TVs acima de 46″ é da LG).

Os produtos chineses talvez não representem uma ameaça, considerando que perdem na comparação técnica com coreanos e japoneses. Mas a competição com a Sony em 4K parece ser mais renhida do que foi em Full-HD. Consultando lojas online, percebe-se que a empresa japonesa vem apostando em promoções devido à Copa do Mundo (da qual é patrocinadora oficial). O preço de seu modelo de 65″, por exemplo, caiu pela metade: de R$ 27.000 para pouco mais de R$ 13.000; o de 55″ veio de R$ 14.000 para R$ 10.000. Samsung e LG, logicamente terão que correr atrás.

Configura-se assim mais uma guerra de preços em torno de uma tecnologia de ponta. Melhor para o consumidor.

No comments yet.

Deixe uma resposta