McIntosh vive novo momento no Brasil

138918-mcintosh_mc2102_power_amplifier_tubesPara grande parte dos audiófilos, a simples menção do nome McIntosh já causa êxtase. Sim, há quem confunda com os famosos computadores da Apple (graficamente, a diferença está no “a” do prefixo Mac), mas um bom conhecedor de áudio e de música jamais cairá nesse erro. Infelizmente, por uma série de motivos que não cabem neste espaço, os badalados aparelhos de áudio da McIntosh nunca tiveram uma distribuição regular e constante no Brasil. Agora, a Audiogene – que já distribui várias marcas de alto padrão: Focal, Bryston, Kaleidescape e Savant, por exemplo – se propõe a enfrentar o desafio.

Fundada nos EUA em 1949, a McIntosh passou por diversas mãos nos últimos anos, até ser incorporada pelo grupo italiano Fine Sounds, o mesmo que detém marcas de prestígio no segmento de áudio, como Sonus Faber, Audio Research e Wadia. Graças ao seu inegável charme e a um desempenho acima de qualquer suspeita, os produtos da McIntosh não perderam seu apelo, apesar de tantas idas e vindas. Basta dizer que sua linha de amplificadores é a única que mantém o famoso display azul com indicador analógico de potência, mesmo na era digital.

Com a Audiogene, a promessa é de que será possível encontrar os produtos McIntosh – e principalmente ouvir demonstrações bem feitas – é muito mais pontos do país. As revendas estão sendo selecionadas com critério, e muitas provavelmente serão as mesmas que já trabalham, por exemplo, com as refinadas caixas acústicas francesas da Focal.

O lado ruim é que poucos usuários terão condições de pagar seu preço. Mas a Audiogene aposta que talvez não sejam tão poucos assim.

Um comentario para McIntosh vive novo momento no Brasil

  1. Fabio De Domenico 16/06/2014 at 11:12 am #

    Realmente esses aparelhos tem uma sonoridade fantástica. Recentemente montei um sistema com o power MC452 e caixas B&W 802. E com poucos ajustes de posicionamento das caixas, consegui um dos graves mais coerentes e agradáveis que já ouvi. Sei que não é fácil, mas espero e desejo que o atual importador trabalhe essa marca como vem trabalhando com seus outros produtos, porque em minha opinião, o que mais desmotiva a opção de compra por uma marca não é o valor, e sim as constantes trocas de impordadores resultando na insegurança de ter um produto tão especial sem a devida confiabilidade no futuro atendimento.
    Creio que assim serão vendidos bem mais McIntosh’s do que o esperado.
    Sucesso a todos!
    abs
    Fabio

Deixe uma resposta