Chegou a hora da automação barata?

archos-smart-home-2014-06-20-01Sites internacionais de tecnologia não param de alardear a revolução que está para acontecer – ou já estaria acontecendo – no setor de automação residencial. São produtos cada vez mais práticos e baratos, que se propõem a simplificar incrivelmente atividades corriqueiras do dia-a-dia, como acender/apagar luzes, acionar alarmes, medir a temperatura ambiente etc. Desde que a empresa Nest começou a fazer sucesso, em 2012, com seu “termostato inteligente”, uma infinidade de soluções na mesma linha têm chegado aos mercados europeu e americano. Tudo parece tão simples!

O ágil e bem informado site Engadget, por exemplo, destaca uma novidade da Archos, empresa asiática famosa por seus produtos de baixo custo. Seu kit chamado Smart Home – aliás, nome nada original – é destinado a leigos no assunto: vem com duas microcâmeras, dois minúsculos sensores de movimento e um tablet, que funciona como controle de tudo (foto acima). Preço sugerido nos EUA: US$ 250; quem quiser pode levar apenas uma câmera e um sensor pagando US$ 150. O tablet, portanto, sai quase de graça. O sistema funciona por Bluetooth, mas o fabricante garante alcance de 20 metros com até 13 aparelhos conectados. Pechincha!

HONEYWELLJá a gigante Honeywell decidiu entrar forte nesse segmento com o Lyric (ao lado), praticamente um clone do Nest, só que, além de controlar a temperatura, comunica-se com o smartphone ou tablet do usuário para “adivinhar” quando ele está chegando em casa e, então, preparar o ambiente para recebê-lo. Cool, como dizem os ianques!

No Brasil, já existem alguns produtos nessa linha. Para os mais empolgados, especialmente os que viajam ao Exterior e gostam de trazer essas coisas, talvez seja útil lembrar que um sistema de automação verdadeiro requer uma central de controle instalada por um profissional treinado. Num país que ainda sofre com quedas de energia e instabilidade nas redes, essas maravilhas exigem cuidados redobrados. E, claro, sempre é bom desconfiar de milagres: em tecnologia, pode-se afirmar com segurança que estes não existem.

No comments yet.

Deixe uma resposta