4K e 8K, só para telas grandes

8K uhdtv imageAinda a propósito da transmissão do jogo Brasil x Camarões em 8K, que assistimos ao vivo no Rio, vale a pena lembrar o que nos disse o engenheiro-chefe de pesquisas da NHK do Japão, Hiroyuki Okubo: a médio prazo, não se pensa em conteúdos 8K para TVs domésticos. Como já explicamos aqui, tanto 4K (Ultra-HD) quanto 8K (Super Hi-Vision) são padrões de vídeo destinados a telas realmente grandes, a partir de 60 polegadas. “Menos do que isso, é difícil notar a diferença para a imagem Full-HD”, disse Okubo.

Em seus testes, a NHK utiliza dois tipos de display: um de LED-LCD 85 polegadas e um plasma de 102″. Na verdade, explicou ele, a maior dificuldade no desenvolvimento do padrão 8K não está nos displays, mas no esquema de transmissão. Redes de satélite DTH e de cabos convencionais não dão conta da banda necessária para transportar os mais de 33 milhões de pixels que formam a imagem. Os atuais softwares de compressão acabam deteriorando a qualidade, ao eliminar parte desses pixels.

“Antes de chegar às casas das pessoas, esperamos ver equipamentos 8K em universidades, casas de shows, centros de pesquisa e hospitais”, prevê Okubo. “No Japão, já fizemos experiências de cirurgias com médicos em países diferentes. Alguns deles disseram que viram mais detalhes do que se estivessem no centro cirúrgico”.

Ou seja, quem quiser usar esses TVs para ver filmes e futebol, deve primeiro providenciar uma sala grande, bem grande.

3 comentarios para 4K e 8K, só para telas grandes

  1. Rubens Pires 26/06/2014 at 11:55 am #

    Talvez não seja necessário uma sala tão grande assim pois imagens nessas mega-resoluções podem ser vistas bem próximas e com ótima qualidade.
    Em minhas avaliações com os tvs Samsung 85″ e LG 84″ a cerca de 2 metros ,a imagem é fantástica,envolvente e não é preciso mover o pescoço para ver toda a tela.
    Para mim,tvs desse tamanho com resolução 4K do conteúdo exibido já podem ser assistidas a partir dessa distancia com conforto.Preciso ainda ver a de 78″ com tela curva se melhora ainda mais esse item do conforto visual.

  2. WALTER A. CARNEIRO 01/07/2014 at 1:40 pm #

    Eu sempre defendi o fato de que 4K fica muito melhor em ecrãs a partir de 60″. 8K? Na minha humilde opinião ficará magnífico em telas de 85″ para cima, um verdadeiro cinema em casa, melhor do que o cinema de verdade. Agora para assistir aos nossos programas de TV do dia a dia eu ainda sou de opinião de que o atual padrão Full HD está cumprindo muito bem com a exigência visual de 95% das pessoas. Não vejo porque comprar um caríssimo monitor de TV de 8K ou 16K para assistirmos as imagem de uma simples TV diária, ainda mais para vermos os programas “populescos e ruins” que nos são oferecidos pela TV aberta. Outro problema é que essas TV de super alta definição ainda são baseadas na pobre tecnologia dos LCD/Leds, que oferecem imagens bem detalhadas mas não necessariamente reais e bonitas, como ocorre com um excelente TV de Plasma (Samsung 64F8500, Panna 65VT50b ou 65VT60b). Que venha logo o OLED, depois de corrigirem devidamente o problema de vida curta dos pixels azuis.

Trackbacks/Pingbacks

  1. 8K e realidade virtual nos Jogos Olímpicos | Orlandobarrozo.blog.br - 13/03/2016

    […] equipes da rede japonesa NHK estarão em ação para captar imagens olímpicas em resolução 8K (Super Hi-Vision). Pouquíssima gente terá acesso a esses sinais, pois os receptores 8K só são vendidos hoje no […]

Deixe uma resposta