Filmes 4K em discos Blu-ray

BD 4KFoi assunto na IFA e também na CEDIA Expo, encerrada neste sábado nos EUA: vêm aí os discos Blu-ray pré-gravados com imagens em Ultra-HD. A Blu-ray Disc Association (BDA) fez apresentações nos dois eventos garantindo que até o segundo semestre de 2015 o consumidor já poderá adquirir seus discos 4K e também seus players compatíveis com essa qualidade de imagem.

A primeira questão que surge é: será que as pessoas querem, mesmo, adotar essa inovação? Num mundo que caminha para abolir os formatos físicos de acesso à informação e adotar, cada vez mais, as mídias online, haverá espaço para um novo tipo de disco, por melhor que seja? O excelente site CNet levantou estas e outras dúvidas, sem encontrar as devidas respostas. Outros sites especializados estão se posicionando, contra ou a favor. Antes de entrar na polêmica, vale a pena analisar o que exatamente seriam os tais discos BD-4K.

Segundo a BDA, que representa fabricantes, estúdios de cinema e produtoras de vídeo, não se trata apenas de colocar nos discos conteúdos com quatro vezes mais resolução de imagem. As especificações prevêem aumentar também parâmetros como variações de cor (color gamut), profundidade de sombras e gradações de cinza (dynamic range). Os vídeos serão registrados na frequência de 60P (60 quadros por segundo), no padrão de compressão H.265, também chamado HEVC (High-Eficiency Video Codec), e os players terão capacidade de leitura de até 100 Megabits por segundo; os atuais têm apenas 25Mbps. Num disco com 100GB, haverá espaço mais do que suficiente para acomodar um filme inteiro, com extras, menus interativos e tudo mais.

A BDA acredita que, embora serviços como Netflix, Amazon e YouTube já ofereçam hoje conteúdos em 4K, o acesso depende da velocidade de banda larga. E, para a esmagadora maioria dos usuários, essa ainda é (e continuará sendo por muito tempo) insuficiente.

Bem, parece que estamos falando de um filme antigo, já assistido inúmeras vezes. Se nem mesmo em Full-HD a oferta de conteúdos em Blu-ray vem sendo tão grande assim, como esperar que os estúdios de cinema – que detêm a chave desse cofre – se esforcem para produzir os tais discos BD-4K? Pois é, há mais dúvidas do que certezas.

16 comentarios para Filmes 4K em discos Blu-ray

  1. Roberto Gil 15/09/2014 at 11:01 am #

    Creio que a última frase deste artigo resume tudo. Com os antigos DVD ainda sendo a prioridade nos lançamentos, mesmo fora do Brasil, esperar lançamentos em BD-4K parece ficção científica. E sem eles, TV 4K para quê ?

  2. Mario Lopes 15/09/2014 at 11:32 am #

    “Num disco com 100MB, haverá espaço mais do que suficiente para acomodar um filme inteiro, com extras, menus interativos e tudo mais. – See more at: http://orlandobarrozo.blog.br/?p=15147#sthash.0ymzYdbb.dpuf“.

    Orlando, meu prezado,
    Acredito que o disco, na verdade, deverá ter espaço para, em média, 100 GB, de modo a poder acomodar o filme e seus extras.
    De qualquer modo, obrigado pelas costumeiras informações que você nos fornece.

  3. Orlando Barrozo 15/09/2014 at 11:34 am #

    Sim, Mario, tem razão. Erro feio. Já estou corrigindo. Obrigado. Abs. Orlando

  4. WALTER CARNEIRO 15/09/2014 at 2:00 pm #

    Até hoje a excelente mídia Blu-ray Disc (raio violeta, na verdade) custa uma pequena fortuna para o consumidor, hávido por novidades, nos lançamentos de Filmes e Shows Musicais, e muito mais caro ainda se a mídia for de um filme em 3D. Concordo que para ecrãs de grande tamanho, de 60″ ao infinito, uma resolução 4K é tudo o que, nós fanáticos por vídeo/áudio, queremos ter em nossa grande sala de H.T., mas nem todos estão dispostos a hipotecar a casa para conseguir um sonho desses, muito menos sem mídia física ou de núvem que o valha em termos de lançamentos, qualidade de imagem, conteúdo e o mais importante: preço civilizado e honesto, vantagens que o DVD só alcançou há dois anos atrás, e ainda é a mídia preferida por mais de 85% dos consumidores desse tipo de divertimento, em quase todo o mundo civilizado, principalmente na Europa, onde o DVD tem resolução de 576 linhas PAL, contra as nossas 480 linhas do sistema NTSC, e são poucas famílias de lá que estão dispostas a investir suas suadas economias em telas acima de 65″, FullHD ou 4K que o valha.

  5. Sérgio 15/09/2014 at 2:04 pm #

    Realmente existe uma lacuna enorme que será suprida com os discos em 4k, internet banda larga no Brasil é ficção científica para a grande maioria dos brasileiros, portanto, é sempre bem vinda novidades como esta.

  6. edi bezerra 17/09/2014 at 1:23 am #

    Eu tenho TV ultra hd lg modelo 55la9650 agora quando vou desfruta de um blu ray ultra hd???

  7. WALTER CARNEIRO 22/09/2014 at 12:02 pm #

    Edi Bezerra, provavelmente antes de morrer o ano de 2015 você poderá ter acesso a um reprodutor BD4 para valorizar sua compra do TV 4K. Todavia, será que você terá coragem de investir o valor que essa futura mídia 4K vai custar, visto que hoje, nos lançamentos em BD2K, os filmes continuam caríssimos, principalmente no formato 3D? Lembre-se que investir num excelente filme BD4 significa que você terá uma mídia física guardada “in perpetuum” para assistir algumas poucas vezes (diferente de um excelente Show de Música que assistimos várias vezes), e o que vai sobrar será tão-somente o acesso ao limitadíssimo catálogo por streaming 4K, via núvem, ao preço que poucos vão poder arcar, através de uma Banda Larga que de larga ainda não tem nada, pura ficção científica no país do “rebu político compartilhado”…

  8. Rossano 03/11/2014 at 2:46 pm #

    O Roberto disse tudo, se ainda impera o DVD nos lançamentos, tanto que o ganhador do oscar nem chegou em blu-ray no brasil, imagina em 4k, e ainda há de se lembrar que estamos no brasil, que tem os preços mais altos do mundo, nesse caso, chegando players realmente 4K, quanto irão custar ? e se as locadoras irão comprar filmes em 4K, o que com certeza, não será vendido barato para elas, e assim, quais iriam arriscar a comprar esses filmes ?

  9. Homero 02/12/2014 at 5:12 pm #

    BlueRay para 4k para que?
    Vc já pode compra em pen-drive, pode contratar o Netflix (ou similar) ou comprar o download para quem tem internet rápida.

  10. Rubens 04/12/2014 at 10:44 am #

    Homero comentou:
    > BlueRay para 4k para que?

    Para a gente poder ter rip 4K de qualidade, e em quantidade, disponivel para download na internet!… 😛

  11. otto 23/12/2014 at 9:34 am #

    Apesar de ser um entusiasta em videos, acho apenas uma jogada de marketing e mercado querendo empurrar o 4K amplamente, na pratica, uma imagem em 1080p numa TV de LED atende demais a demanda atual, 4K, 6K e até o 8K são formatos muito além do que necessitamos e só fazem diferença para exibição em grandes telões a grandes distâncias, mas para o usuario comum ainda é desnecessario

    Sem mencionar que o catalogo do 4K ainda será muito reduzido inicialmente, atendo-se apenas as recem-lançamentos, num mundo que gira cada vez mais para a mídia móvel, investir em aparelhos físicos é perda de $$$.

  12. Alfredo de Souza Neto 31/12/2014 at 12:14 am #

    Vamos lá, tudo que vem de novo que seja bem vindo. O 4K é uma realidade, cada um vai ter que decidir o que gosta de usar. As áreas de trabalho são muitas, exemplos: para os eventos sociais, e as proprias emissoras de TV, os TVs 4K, com certeza vai ter uma queda de preços. É só aguardar, os filmes que eles se preocupem para lançar…

  13. Alexandre 05/01/2015 at 4:27 pm #

    Parabéns pelas informações.
    Sou um dos poucos que gosto do produto alta definição, meu primeiro bluray custou em torno de 1500,00 (2d), hoje em média de 250,00.
    Tenho projetor 2k 3D, agora com esta nova qualidade terei de comprar no mínimo uma tv 55″, junto um bluray 4k.
    Você pergunta, pra que?
    Pra quem gosta como, eu terei pelo menos pra dizer pra mim mesmo tenho algo em 4k, ai é esperar os filmes em 4k, espero não morrer antes que isto ocorra, e se acontecer, quem não morre um dia.
    Agora um filme em alta resolução com um home theater de doa qualidade, com uma tela só pra você, pra quem gosta é melhor do que viver num palacete.
    Tenho uma coleção de bluray 2d e 3d e que não sei o vai acontecer com 4k, espero assistir alguns com esta definição.
    Alexandre

  14. andre 24/01/2015 at 9:19 pm #

    Do meu ponto de vista toda indústria de mídia e de equipamentos vai ter enormes reviravoltas nos próximos 10 anos;
    dezenas de empresas vão quebrar.
    Existem vários problemas que estão “estourando”!

    Royalties e licenças
    ================
    Um dos grandes problemas na indústria, que atrasa muito a vinda de novas tecnologias, são as patentes (e royalties);
    O problema tem sido recorrente;
    Uma empresa A desenvolve uma tecnologia; depois quer padronizar a mesma; mas para isso cobra caro pelos royalties e licenças de uso.
    A empresa B desenvolve sua tecnologia; A empresa C a sua; …
    e isto acaba gerando um problema que demora para ser resolvido.
    Toda indústria e usuários ficam aguardando por 2-3-4-5 anos a solução da “batalha”.
    Vimos isso com CD, com DVD, com Blu-ray e agora com 4K.
    Vimos isso com padrões de som; Com padrões de compactação; com linguagens de programação; padrões para navegadores…etc…etc…

    Concorrência efetiva
    ================
    Para a indústria de TVs e equipamentos as coisas se agravaram quando vieram LG, Samsung,…. , aumentando a concorrência e reduzindo as margens. Algumas japoneses e europeias ou quebraram ou estão na lona.

    Este quadro complicou muito recentemente com os produtos chineses de baixo custo; no início eram muito ruins; mas as diferenças são a cada dia menores. E já temos muitos produtos chineses nos rodeando…

    Internet
    ======
    A coisa toda piora com a chegada para valer da TV pela internet, dos filmes pela internet e da própria internet.
    Aqui em casa tem horas que todos estão acessando algo na internet enquanto na TV passa algo…

    Conteúdo
    ========
    A indústria cinematográfica gasta fortunas que não podem mais ser mantidas; pagam dezenas de milhões pela participação de um ator X; outros milhões por efeitos especiais cada vez mais absurdos e artificiais;
    gastam milhões com divulgação;

    Daí ganham nos cinemas; na venda dos blue-rays; dos DVDs; nas TVs a cabo e depois nas TVs abertas…
    Com as produções específicas para internet todo este “negócio” e toda esta “venda tripla-quadrupla” vai acabar!!

    O mesmo vai ocorrer com filmes; serão produzidos e distribuídos pela internet com custos super reduzidos – comparando com os custos de hoje!

    Vejam o meu caso; adoro filmes antigos; no final do filme tem a lista com o nome das pessoas que fizeram o filme;
    um pequeno grupo de pessoas fizeram clássicos de excelente qualidade;
    os filmes de hoje tem uma lista que parece infinita; custam centenas de milhões de dólares e são – na maioria dos casos – muito ruins!!!

    Mas pode ficar pior?
    ================
    Pode!
    A mídia é cara e dura pouco (tenho mais de 100 cds, 75% deles estragados!!); a previsão é que os blue-rays durem menos!!
    Os jogos são incompatíveis; ps2 não roda no ps3 que não roda no ps4….o usuário esta cansado disso…
    Muitos usuários não gostam ou não conseguem aproveitar o “3D”;
    Muitos usuários não vêem/notam grandes diferenças entre 2K e 4K!
    Imaginem como vai ser complicado falar em 8K!!
    Como colocar um sistema 22.2 em uma sala que fica a cada dia menor!

    O que vem por aí?
    ==============
    Em 2 anos teremos TVs 4K em nossas casas; em 7-10 anos teremos TVs 8K; e depois disso?
    Como ficam samsung, lg, sony, philips…
    sendo que produtos chineses terão qualidade semelhante e preços no chão!

    Somando tudo esta conta não fecha e várias empresas vão quebrar!

    Como estão vendo que o que esta aí não se sustenta por muito tempo…
    tem muita gente falando na volta do “som antigo”, no som de qualidade….
    Já ressucitaram os discos de vinil…

    Na cozinha já estamos vendo a volta de vários clássicos dos anos 50-60-70.
    Quem sabe não teremos de volta os vendedores de enciclopédia impressa – “a verdadeira experiência para o aprendizado efetivo”!

  15. Rubens 26/01/2015 at 5:45 pm #

    Otto escreveu:
    > Apesar de ser um entusiasta em videos, acho apenas uma jogada
    > de marketing e mercado querendo empurrar o 4K amplamente, na
    > pratica, uma imagem em 1080p numa TV de LED atende demais a
    > demanda atual, 4K, 6K e até o 8K são formatos muito além do que
    > necessitamos e só fazem diferença para exibição em grandes telões
    > a grandes distâncias, mas para o usuario comum ainda é desnecessario

    Otto, fale por você, eu vejo MUITA diferença na imagem 4K em um televisor 4K de 55″ ou maior, principalmente se voce se posicionar a uma curta distancia. Nao é necessario grandes teloes, muito menos grandes distancias. 4K é para assistir em casa mesmo, na sala, no quarto (meu caso).
    .
    Ao menos para mim, o 4K tem muito mais apelo do que a enorme bobagem que foi o 3D na televisao. Isso sim, eu achei uma total perda de tempo.
    .
    Agora, como voce disse, é claro que a industria tenta desesperadamente vender QUALQUER novidade que prometa vender mais televisores, isso é fato. Ate porque nos mercados onde a troca do antigo tubo CRT para as telas finas ja foi feita, essa é a unica saida que os fabricantes tem para manter as vendas. Com o fracasso assumido que foi o 3D, a proxima oportunidade para o marketing é mesmo o 4K. Mas isso nao significa que a tecnologia nao seja boa para ser adotada.

  16. ALDO .SOUZA 15/10/2015 at 12:44 pm #

    0SOU AFICIONADO POR ÁUDIO E VÍDEO DE QUALIDADE .TENHO UM PLAYER 3D DA LG ,ADQUIRI UM PRAYER MARANTZ COM SACD E COM OTIMOS FACTURES. PRA DESFRUTAR DE UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDEO E ÁUDIO.
    ESTOU PRA ADQUIRIR UM TV 4K PARA UTILIZAR A NETFLIKS NESSE FORMATO,MAS COMPRAR UM TERCEIRO DVD SERIA LOUCURA TOTAL.O PREÇO VIRA NA ESTRATOSFERA E AS MÍDIAS JUNTO .
    ESSE BLU RAY 4K TERA O MESMO FIM QUE OS DISCOS SUPER ÁUDIO .( SACD ).
    SO COMPRA QUEM QUER DESFRUTAR DE QUALIDADE SEM VER O CUSTO.
    TENHO MIDIAS EM 3 FORMATOS DO MESMO FILME. AGORA VEM O 4K ?
    SO SERVIRA PRA SHOWS MESMO.
    QUANDO CHEGAR-MOS EM CASA E FIZER A INSTALAÇAO ,ANUNCIAM NA PRAÇA A CHEGADA DO 8 K.
    PELO AMOR DE DEUS.

Deixe uma resposta