Projetores: mais um avanço

sony 4K short throwTeve pouco destaque na IFA o lançamento do primeiro projetor de vídeo Ultra-HD do tipo short-throw. São os projetores cuja unidade óptica permite instalação bem próximo à tela, economizando espaço na sala. A Sony, que eu saiba, é a primeira que evolui com esse recurso para o segmento 4K. No próprio estande da empresa em Berlim, o aparelho foi mal demonstrado, talvez porque não chame tanta atenção quanto os reluzentes TVs de tela grande.

Na verdade, é difícil mesmo explicar para boa parte dos usuários, especialmente os leigos, que o aparelho da foto é, de fato, um projetor. Notem que, à primeira vista, parece mais uma peça de mobiliário. Ao se abrir, na parte traseira, revelam-se um conjunto de lentes e um espelho iluminados por poderosos feixes de laser. Segundo a Sony, o brilho é tão intenso que qualquer parede pode ser usada como “tela de projeção”. Além disso, o laser garante maior estabilidade luminosa, cores mais firmes e vida útil mais longa (estimada em 22 mil horas). A distância do projetor à parede pode variar de 2 a 15cm, produzindo imagens de 66 até 147 polegadas.

Além de tudo isso, trata-se de um projetor SXRD (mod. VPL-GTZ1), essa revolucionária tecnologia criada pela Sony no final do século passado e que até agora não foi superada. Semana passada, na CEDIA Expo, a empresa confirmou que o produto estará nas lojas dos EUA no final de setembro, com preço de obra de arte: US$ 50.000. Não é, portanto, para qualquer família nem qualquer ambiente.

Além dos milionários que encomendam projetos onde o custo é o que menos importa, a empresa mira o segmento de auditórios e salas de apresentação; o apresentador pode se colocar à frente da tela sem prejudicar a visibilidade.

Um comentario para Projetores: mais um avanço

  1. Rubens Pires 22/09/2014 at 12:27 pm #

    Quero um!

Deixe uma resposta