TV Digital: switch-off fica para 2023…

25 de janeiro de 2016

Como se previa, saiu nesta 2a feira a portaria do Ministério das Comunicações adiando o prazo do switch-off, desligamento dos transmissores de TV analógica. A cidade-piloto de Rio Verde (GO), onde o cronograma deveria ter começado em novembro, fica agora com a data de 15/02; Brasilia vai para outubro; São Paulo e Rio aparecem com data de 2017, e todas as demais para 2018.

O documento saiu no Diário Oficial da União, mas do ponto de vista prático não tem  a menor importância: tudo depende ainda de um decreto a ser assinado pela presidente da República, que não tem data marcada. Daí porque o texto é vago e disperso, anulando outras cinco portarias anteriores do mesmo Minicom. Saiu apenas porque pressão é grande por parte das operadoras de celular 4G, que no ano passado pagaram R$ 5,85 bilhões pelas frequências da faixa de 700MHz, hoje ocupada pelos canais de TV analógicos (UHF). Ela têm toda a pressa do mundo.

Dentro do próprio governo, a data de 15/02 provoca risos… O pessoal de Rio Verde não deve ter grandes esperanças. No mercado, a ideia em discussão é fazer logo o switch-off em São Paulo, Rio e Brasilia, onde há maior interesse econômico (representam quase metade dos usuários do país), e deixar o restante para uma segunda etapa. Assim, essas regiões metropolitanas receberiam primeiro as novas redes de 4G. As emissoras concordam e já dão como certo que o cronograma só se completará por volta de 2023.

Mas essa é mais uma encrenca política, entre tantas, que o governo terá de administrar.

Deixe uma resposta