Netflix no Palácio do Planalto

18 de março de 2016

frank-underwood

 

 

As gravações contendo diálogos entre altas figuras do governo, inclusive a presidente, mostram que não estamos muito longe do ambiente de House of Cards. O diabólico Frank Underwood se materializa em personagens reais, talvez até mais maquiavélicos do que o próprio. Não é mera coincidência que a Netflix, para promover a recém-lançada 4a Temporada da série, venha usando teasers referentes ao noticiário político. Nesta quinta-feira, vimos mais um: o perfil da série no Twitter exibe Underwood “assistindo” sorridente à cobertura dos acontecimentos em Brasilia (vejam aqui).

Para não recorrer ao surrado “seria cômico se não fosse trágico”, lembro que algumas das trapalhadas do Planalto têm lá um quê de Brancaleone. Vejo amigos petistas constrangidos como nunca antes neste país, diante de tramoias como essa de arranjar um cargo para Lula no ministério tentando salvá-lo da prisão. E, pior, tentar pateticamente escondê-la!!!

Sim, é dramático, considerando o caos a que esse pessoal nos levou. Mas tenho esperanças de que, quando tudo passar e Dilma estiver bem longe de Brasilia, daremos boas gargalhadas, como fazemos hoje com nosso amigo Frank.

Para quem ainda não ouviu os citados diálogos gravados pela PF, aqui estão alguns deles.

3 Replies to “Netflix no Palácio do Planalto”

  1. Celso Fernandes Araujo disse:

    Quando um blog desvia de seu assunto começa e perder interesse.

  2. Rubens disse:

    Celso Fernandes, na atual conjuntura politico-economica brasileira, onde a pilantragem, os erros economicos, o populismo descarado e irresponsavel, e a total desfaçatez, imobilizou TODOS os setores civis e privados do país em um poço sem saída visivel a curto prazo, esse assunto nao apenas nao perde o interesse, como na verdade nao desvia o blog do seu assunto original. Isso porque a soma de todos os erros do atual g*verno influem profundamente em todo o ambiente de negocios na area de tecnologia (assim como em todas as demais areas).

  3. Rubens disse:

    Mais uma coisa que esqueci de comentar: esse texto do Orlando Barrozo sobre o Netflix e a Politica brasileira saiu publicado na secao “Jeitinho Brasileiro” do blog. Nao saiu publicado na secao tecnica “normal”, chamada de “Artigos”. Portanto, está mais do que dentro do assunto que trata a secao. 😉

Deixe uma resposta