Integradores: como superar a crise?

A crise econômica talvez oculte uma realidade que, no entanto, é cada vez mais visível para quem está atento ao segmento de sistemas AV. Com orçamentos mais restritos, é natural que os usuários – tanto em empresas quanto em residências – levem mais em conta o fator “preço”. Mas cresce a necessidade de profissionais mais bem preparados (especializados de verdade) para desenvolver novos nichos de mercado e atender um público mais bem informado e, portanto, mais exigente.

Pesquisa recente do site americano CE Pro, voltado a profissionais dessa área, enumerou uma série desses nichos que vale a pena observar. É bom lembrar que, com a crise de 2008, o mercado americano sofreu um choque, do qual não mais se recuperou. Quase todos os prestadores de serviço, assim como a maioria dos fabricantes e importadores, trabalha hoje com margens mais enxutas do que até 2007. Reduziram os postos de trabalho, passaram a atender menos clientes e a selecionar melhor as marcas que vendem e/ou instalam.

Mas muitos dos que perderam o emprego, ou tiveram que fechar as portas, partiram para novas especialidades, ou seja, buscaram se reinventar. Sem dúvida, isso é mais fácil quando se tem uma boa base educacional e, no caso americano, uma “reserva de cultura” voltada à tecnologia e à inovação. Infelizmente, nada disso existe no Brasil. Ainda assim, é útil analisar os subsegmentos de mercado surgidos a partir dessa reinvenção e apontados pelo site. São atividades que o integrador, até hoje limitado aos projetos de áudio&vídeo (quando muito automação), pode aprender e oferecer a seus clientes.

*Amplificadores (boosters) de sinal de celular

*Gravadores digitais (DVR) para entretenimento e segurança

*Móveis, suportes, pedestais e assentos para salas de home theater

*Especificação e instalação de caixas acústicas embutidas

*Configuração, instalação e programação de servidores multimídia

*Lifts e suportes para projetores e telas

*Projeto e instalação de sistemas multiroom AV

*Sistemas AV para áreas externas

*Aspiração central

*Cabeamento estruturado

*Redes sem fio

*Centrais digitais de telecom (com e sem fio)

*Controles de acesso, alarmes e câmeras IP

*Iluminação por leds (interna e externa)

*Cortinas e persianas motorizadas

*Proteção de equipamentos eletrônicos

*Integração de eletrônicos e eletrodomésticos

*Campainhas e fechaduras eletrônicas

*Gerenciamento remoto da casa

*Software para design de projetos

*Manutenção de redes e cabos elétricos

*Sistemas de home care para pessoas com dificuldades de locomoção

 

No comments yet.

Deixe uma resposta