Brasil pode ter seu Fórum UHD

Reunida em São Paulo nesta segunda-feira, a diretoria da SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão) anunciou a proposta de criação de um fórum para UHD no país. Estavam presentes representantes de várias outras entidades ligadas ao setor: ABERT e ABRATEL (redes de TV abertas), ABTA (TV paga), Eletros (fabricantes de TVs) e BRAVI (produtoras independentes).

O futuro fórum seria uma evolução natural do mercado. Cerca de dez anos atrás, foi criado o Fórum SBTVD justamente para coordenar a implantação da TV de alta definição, hoje uma realidade em diversas regiões. Não se sabe ainda o que acontecerá com o padrão UHD, nem na TV fechada e menos ainda na aberta. Mas já comentávamos em 2015 uma queixa da Rede Globo quanto à indefinição sobre a introdução desse padrão no Brasil. “Estamos atrasados”, dizia então o diretor de tecnologia da emissora, Raymundo Barros (vejam aqui).

Segundo a atual presidente da SET, Liliana Nakonechnyj, as estimativas para 2020 são de que existirão no mundo 450 milhões de domicílios com TV UHD (4K). Além disso, há a gigantesca quantidade de dados (23 milhões de terabytes) circulando a cada mês via dispositivos móveis, e como se sabe as emissoras hoje distribuem seus programas também pela internet. Serão dois problemas (no mínimo) a serem resolvidos de forma integrada: o uso do espectro de frequências para TV aberta e a disponibilidade de banda para IPTV.

A proposta da SET é criar um grupo de trabalho com as demais entidades a partir dos modelos já adotados no Japão (onde existe o NexTV Forum) e nos EUA (Ultra HDTV Forum). Cada setor está sendo convocado a indicar dois representantes, com o grupo sendo completado por especialistas das universidades e centros de pesquisa. O primeiro workshop sobre o tema será organizado durante a SET Expo 2017, que acontece em São Paulo de 21 a 24 de agosto.

No comments yet.

Deixe uma resposta