Como a Apple pode comprar a Toshiba

Os rumores surgiram no início da semana, e agora ganham mais peso: a Apple estaria negociando a compra da divisão de chips da Toshiba, que foi colocada à venda para fazer frente às dívidas do grupo japonês. Os detalhes foram passados por fontes da emissora NHK, do Japão (vejam aqui um resumo). São quatro os possíveis compradores: as americanas Broadcom e Western Digital (WD), a coreana Hynix e a taiwanesa Foxconn. Esta última seria a favorita, mas os japoneses parecem receosos de entregar mais um item tão valioso aos chineses (vale lembrar que no ano passado a Foxconn já adquiriu a Sharp).

A Toshiba é a segunda maior fabricante de chips para memória flash atualmente (a primeira é a Samsung), mas as dificuldades do grupo se acentuaram no último ano fiscal. A venda já foi decidida, e a entrada da Apple seria uma forma de vencer o orgulho japonês. Até o governo do primeiro-ministro Shinzo Abe entrou na questão, preocupado em não ceder aos chineses um ramo tão estratégico e de altíssima tecnologia; o problema lá é tido como de “segurança nacional”. Como a Foxconn é a principal fornecedora da Apple, essa “ponte” facilitaria um acordo. 

Mas a negociação está sendo complicada, diz a NHK, porque a WD afirma ter prioridade na compra da Toshiba, graças a uma cláusula anterior. O negócio é estimado em US$ 10,8 bilhões.

No comments yet.

Deixe uma resposta