Faça você mesmo, se puder

O site da Aureside (Associação Brasileira de Automação Residencial) publica tradução de um interessante artigo da colega jornalista Julie Jacobson, editora do CE Pro, voltado a integradores e profissionais do mercado americano. O título já dá a pista: “Boas notícias para os profissionais: automação residencial está mais confusa do que nunca”!

Diz ela que o excesso de sistemas, padrões e protocolos, e das chamadas soluções DiY (do it yourself, ou “faça você mesmo”), acaba criando uma oportunidade de negócio para os especialistas, já que o consumidor não conseguirá sair sozinho desse emaranhado. E dá exemplos: Sonos, Amazon Alexa, Z-Wave vs ZigBee… alguns dos quais até já comentamos aqui, aqui e aqui.

De fato, é uma overdose! Pode ser que muitas dessas “soluções” (ou seriam problemas?) desapareçam em pouco tempo. Enquanto isso, cabe ao profissional especializado traduzir as novidades para a linguagem do usuário, o que exige mais estudo e dedicação. Até porque o tal DiY é muito mais fácil de falar do que fazer.

No comments yet.

Deixe uma resposta