Tecnologia e o mundo dos negócios em 2018

Saiu o relatório META (Macro-Economic Trend Analysis), da AVIXA, sobre as perspectivas do segmento Pro AV no próximo ano. Esse documento anual antes era chamado Environmental Scan, e agora mudou de nome, como a própria entidade, antes InfoComm. A versão integral deve ser adquirida no site; é gratuita para associados (cliquem aqui). São tendências extraídas de pesquisas junto a empresários e formadores de opinião nos principais países onde a AVIXA atua. Separamos alguns tópicos interessantes, que têm a ver com a crise econômica, o momento político – no Brasil, 2018 será ano eleitoral – e as mudanças tecnológicas que já temos comentado aqui. Vale a pena parar para ler e pensar a respeito:

*A economia mundial está em lenta recuperação, após a crise da década passada. A previsão é crescer 4% no ano, uma média dos índices coletados nos países mais importantes (Brasil incluído);

*O problema do desemprego é o grande desafio. EUA são ponto fora da curva: lá, estão quase chegando ao “pleno emprego”, fenômeno que também tivemos no Brasil seis anos atrás. Como sabemos, era uma bolha que veio a estourar em 2014. Ao mesmo tempo, há falta de mão-de-obra qualificada devido às falhas na educação.

*Grande estímulo ao mercado Pro AV são os eventos internacionais, como Olimpíadas e Copa do Mundo. Infelizmente, o Brasil desperdiçou as duas oportunidades que teve: não gerou os empregos correspondentes (e prometidos), não entregou as obras, gastou demais e ainda afastou investidores. Maquiavel não faria melhor!

*Mas há boas perspectivas no segmento de eventos em geral: cultura, esportes, feiras, congressos, shows de música, ações de marketing em locais públicos – todas essas atividades necessitam de tecnologia eficiente.

*Os comportamentos estão mudando no mundo inteiro. Hoje, quem consegue manter seu emprego (ou sua empresa) precisa trabalhar mais do que no passado. Sobra menos tempo para lazer, e isso significa que esses poucos momentos precisam ser bem aproveitados – de preferência junto à família. Importante: não há um padrão de comportamento constante, nem entre pessoas do mesmo grupo social. 

*Mesmo que a maioria não perceba, quase todo mundo hoje leva uma vida mais conectada. IoT (Internet das Coisas) já é realidade, ao contrário de VR (Realidade Virtual), que por enquanto é coisa para uma minoria. BYOD (levar seu próprio aparelho para o trabalh0), sensores de presença, GPS, comunicação instantânea, transações pelo celular… esses são hábitos que vieram para ficar. Com isso, aumentam também as preocupações com a segurança dos dados, o que exige mais investimentos das empresas.

*Um complicador é a política: o nacionalismo está em alta e, com ele, o risco de ataques terroristas ligados a movimentos separatistas, religiosos ou protecionistas. Isso traz riscos para quem exporta e/ou importa.

*As pessoas estão ficando mais exigentes em termos de áudio e vídeo. Resolução UHD, áudio imersivo, recursos smart, monitoramento remoto e videoconferência são inovações que tendem a crescer.

Um comentario para Tecnologia e o mundo dos negócios em 2018

  1. Rubens Pires 29/11/2017 at 12:21 pm #

    Excelentes observações,Orlando!
    Bons argumentos para aprimorarmos nosso sistema de home-theater e ficarmos curtindo mais a família…em casa.

Deixe uma resposta