Disney dá a senha para o futuro

15 de dezembro de 2017

Disse um repórter do site americano Digital Trends que é a “união de Mickey com Wolverine”. Talvez se possa falar ainda em lobo mau e os zumbis de Walking Dead. Ou Star Wars, ratatouilles e todos os super heróis da Marvel. Fato é que a compra da Fox pela Disney, confirmada esta semana (embora ainda pendente de aprovação pelas autoridades americanas), marca uma nova etapa da indústria de mídia e entretenimento. É o tipo de negócio que tende a mexer com diversas forças, obrigando todo mundo a se reposicionar daqui por diante.

As informações oficiais são de que a Disney irá pagar US$ 66 bilhões para assumir o controle das divisões de cinema e vídeo do grupo Fox, incluindo os canais FX e National Geographic, além de 39% da operadora europeia Sky. Ficam de fora Fox News, Fox Sports (canais pagos) e Fox TV (rede aberta dos EUA). A Disney passa a ter ainda 94% das ações do Hulu, serviço criado pelos estúdios de Hollywood para enfrentar o Netflix e que hoje tem pouca expressão fora do mercado americano.

Como se sabe, recentemente a Disney começou a retirar seus conteúdos do Netflix, preparando o lançamento de um serviço próprio de streaming, previsto para estrear em 2019. Além de Mickey, Darth Vader e toda a “família Disney”, sairão as produções da Fox, Pixar e Marvel. Pelo visto, o único super herói sobrevivente será o próprio Reed Hastings, dono do Netflix… A Disney também é dona da ESPN e já anunciou que terá um serviço de streaming exclusivo de esportes em 2018. 

Tudo isso é parte da reação de Hollywood à expansão da internet. Os donos de conteúdo (Disney, HBO, Turner e mesmo a Globo brasileira) não querem correr o risco de se tornarem escravos de Netflix, Amazon, Google, Facebook etc. A tendência é termos mais serviços de streaming competindo pela preferência do consumidor, como vêm fazendo desde sempre os canais de TV.

Como diz o Digital Trends, bem-vindos ao admirável mundo novo do streaming! Para quem quiser saber mais detalhes sobre o alcance do negócio Disney Fox, eis aqui um bom resumo em português.

Deixe uma resposta