Sessão nostalgia: cassete e vinil

19 de janeiro de 2018

 

Em meio a tantas inovações tecnológicas, às vezes é bom dar uma respirada. Que tal esta notícia? As vendas de fitas cassete de áudio – isso mesmo, como essas que você vê na foto – subiram 35% nos EUA em 2017. Foram mais de 174 mil delas, o que não acontecia desde o longínquo 2012, diz uma pesquisa da Nielsen sobre o mercado musical. 

Querem mais? As vendas de LPs continuam subindo desde 2005 e hoje representam 14% de todas as gravações comercializadas em mídia física. E, se você não sabia, CDs e DVDs de shows e concertos continuam indo bem, obrigado. 

O pessoal da Nielsen, ouvido pelo site Digital Trends, explica que milhões de jovens estão sendo atraídos a buscar gravações antigas (leia-se: anos 80 e 90) devido ao sucesso de séries como Stranger Things e filmes como Guardiães da Galáxia, cujas trilhas sonoras foram lançadas em fita cassete e vinil. Será só isso? No caso das fitas, até pode ser. Mas o vinil voltou à moda há uns 15 anos, ou seja, já deixou de ser “moda”.

Não, os serviços de streaming não vão acabar. iTunes, Spotify e similares são hoje a maior fonte de receita das gravadoras, e não há sinal de que isso vá mudar tão cedo. Mas sempre haverá lugar para a nostalgia.

Deixe uma resposta