Voz: será que a Apple chegou atrasada?

Há quem diga exatamente isso: a Apple chega atrasada à disputa pelo mercado de assistentes de voz, já amplamente dominado pela Amazon (68% das vendas nos EUA), seguida pela Google (25%). Nesta quinta-feira, a empresa californiana colocou em seu site internacional a caixinha HomePod, equipada com o sensor de voz Siri, e que irá concorrer com a Amazon Echo e a Google Home. Chega às lojas da Europa e EUA no dia 9 de fevereiro.

Pelas descrições, oferece os mesmos recursos da concorrência, mas com um foco maior no desempenho de áudio. A Apple acredita que, além de “conversar” com o usuário, a caixa será muito usada para reproduzir música em alto volume, e não apenas para som ambiente. A conferir.

O projeto da HomePod inclui 7 tweeters montados em círculo, com a tarefa de dispersar o som em todas as direções, o que pode ser um bom diferencial, e um woofer de alta excursão (20mm) para maior impacto. A Apple encomendou um novo chip (A8) para processar os sinais de áudio e o tráfego de informação que um assistente de voz exige. Isso inclui, por exemplo, ajuste automático dos falantes conforme as características do ambiente (outro diferencial). Para receber os comandos por voz, há 6 microfones, permitindo responder mesmo quando a música está tocando em volume alto (vejam o vídeo promocional).

Talvez mais importante: a Apple decidiu posicionar a HomePod numa faixa de preço bem acima das demais, como dizendo, desde já, que não é um produto para qualquer um. Se vai dar certo, veremos a partir do dia 9.

No comments yet.

Deixe uma resposta