Copa já puxa produção de TVs

11 de abril de 2018

Os dois primeiros meses do ano trouxeram mais ânimo ao mercado de eletrônicos. A pesquisa mensal do IBGE junto à indústria mostra crescimento de 45,2% no bimestre, comparando com o mesmo período de 2017. A reação já havia começado no final de 2016, após três anos seguidos de queda, mas em ano de Copa do Mundo era esperado mesmo esse impulso maior. Com mais encomendas do varejo e novos modelos sendo lançados, os fabricantes tentam garantir receitas também mais altas, sem queimar tanto os preços. A conferir daqui até junho, quando a Copa começa.

Esses números se referem à chamada linha marrom, que abrange TVs, aparelhos de som, home theater e players (DVD e Blu-ray). Os dados da Suframa também apontam a tendência de expansão, puxada principalmente pela produção de TVs LED-LCD. Em janeiro, a quantidade de TVs saídos de Manaus foi 68% maior que a registrada em janeiro de 2017; e a de sistemas para home theater aumentou 106%.

São ótimos números, levando em conta que a produção industrial como um todo ainda se recupera de forma lenta: em fevereiro, o setor entregou “apenas” 2,8% mais que em fevereiro do ano passado. As aspas são propositais. Para quem ainda está traumatizado pelo furacão 2013-2016, qualquer crescimento tem de ser comemorado.

Deixe uma resposta