Samsung prepara volta à produção de TVs OLED

3 de novembro de 2018

A notícia vem do site especializado Display Daily: depois de muitas reviravoltas internas, já que o assunto nunca foi consenso entre seus executivos, a Samsung decidiu voltar ao segmento de painéis orgânicos (OLED). No início de 2019, uma de suas fábricas de LCD, na cidade de Tangjeong, começa a ser convertida para produzir painéis de OLED aproveitando os avanços que o grupo vem obtendo com a tecnologia QD (Quantum Dot). O plano seria lançar comercialmente a partir de 2020 os primeiros TVs híbridos QD-OLED, dizem as fontes do site.

Oficialmente, a Samsung não se pronuncia a respeito; portanto, os analistas coletam informações de fontes extraoficiais aqui e ali que façam sentido para o futuro da marca que hoje lidera o mercado mundial. Um relatório divulgado em junho pelo site coreano ET News informava que o grupo decidiu agir após o crescimento da participação dos painéis OLED, cujo principal fornecedor é sua arqui-rival LG. Esta fez acordos com nomes de peso (Sony, Panasonic, TPV) oferecendo seus painéis W-OLED, que equipam TVs lançados a partir de 2017. Mais detalhes aqui.

Só que, pelos dados técnicos disponíveis, a solução QD-OLED supera em muito os OLED convencionais. Junto com a Samsung nesse desenvolvimento estão a japonesa Canon e a americana Kateeva – esta na verdade um consórcio multinacional sediado no Vale do Silício e especialista na produção de painéis orgânicos. A constatação, sempre de acordo com o site, é que a tecnologia LCD não tem mais como ser aprimorada quando se trata de telas grandes, enquanto OLED pode se beneficiar muito dos pontos quânticos.

Apenas lembrando: QDs, que a Samsung lançou como QLED, são painéis em que os elementos formadores da imagem (pixels) emitem luz própria, assim como os painéis OLED. Só que têm mais luminosidade, produzindo cores de maior impacto. Já os pixels orgânicos são imbatíveis no quesito contraste. Painéis híbridos QD-OLED reuniriam, pelo menos teoricamente, o melhor dos dois mundos.

O TV da foto é um protótipo OLED mostrado na última CES. Certamente ainda falaremos muito sobre esse tema aqui.

2 Replies to “Samsung prepara volta à produção de TVs OLED”

  1. tvseriesusa disse:

    > Apenas lembrando: QDs, que a Samsung lançou como QLED,
    > são painéis em que os elementos formadores da imagem (pixels)
    > emitem luz própria, assim como os painéis OLED. Só que têm
    > mais luminosidade, produzindo cores de maior impacto.

    Huh?… Os quantum dots emitem luz propria?!?!… Entao para que servem as lampadas de LED nos televisores QLED?…

    Rubens

    .

  2. Orlando Barrozo disse:

    Olá Rubens, tudo bem? Obrigado pela msg. Evidentemente, a explicação está bem superficial. Mas, de fato, a propriedade que mais chama a atenção dos especialistas nos QDs é a capacidade de emitir luz a partir de certos estímulos elétricos. Ao receber uma carga, o QD armazena aquela energia e depois a transforma em raios de luz monocromática (vermelho, verde ou azul). Essa capacidade varia conforme o tamanho das partículas. A diferença em relação ao OLED é que neste, por ser orgânico, as partículas reagem de formas diferentes aos impulsos elétricos. No caso, o que pesa mais não é o tamanho das partículas, mas sim sua composição química. Os fabricantes utilizam várias misturas para obter a maior variação de cores possível. Dessa forma, não há necessidade de backlight. Já os QDs por ora estão sendo usados no conceito QLED, ou seja, partículas menores (monocromáticas) que recebem luz de um painel de leds convencionais. Espero ter ajudado a esclarecer. Mas o tema é complexo mesmo e certamente trataremos dele em futuros posts. Abs.

Deixe uma resposta