LCD, com os dias contados?

31 de março de 2020

Meses depois de a LG anunciar que não irá mais fabricar painéis LCD, a grande rival Samsung faz o mesmo. Segundo a agência Reuters, uma porta-voz fez o comunicado oficial nesta terça-feira em Seul, garantindo que a empresa continuará atendendo pedidos até o final do ano.

Em outubro, a Samsung já havia anunciado a desativação de uma fábrica de LCDs que seria adaptada para produzir painéis do tipo QD (Quantum Dot), bem mais avançados, um investimento de US$ 10,7 bilhões. O grupo mantém duas dessas plantas na Coreia e duas na China. Em se tratando do maior fabricante mundial de TVs, uma notícia como essa causa certo alvoroço. Imediatamente começaram as especulações na mídia especializada asiática.

Uma delas é de que o grupo começou, na prática, sua transição para adotar a tecnologia OLED que tanto vem criticando. Como já mostramos aqui, a ideia é desenvolver painéis híbridos conhecidos como QD-OLED e que, pelo menos na teoria, representariam o melhor dos dois mundos. Outro boato é de que as novas fábricas produziriam diodos com pontos quânticos auto-emissivos, ou seja, capazes de emitirem a própria luz como os diodos orgânicos.

Curioso que tudo isso acontece devido à competição frenética dos fabricantes chineses, que jogaram para baixo os preços dos painéis LCD; a própria Samsung compra da TCL e da AUO, outra gigante chinesa, parte dos LCDs que utiliza em seus TVs. Por isso, é improvável que simplesmente pare de vender esse tipo de TV tão cedo. 

Se há uma certeza nisso tudo, é que decisões pra valer só serão tomadas quando estiverem mais claros os impactos da COVID-19 sobre a indústria como um todo. Na semana passada, algumas fábricas chinesas voltaram a produzir. Pode ser um bom sinal.

Um comentario para “LCD, com os dias contados?”

  1. […] SAMSUNG E LG ANUNCIAM QUE NÃO VÃO MAIS PRODUZIR DISPLAYS LCD […]

Deixe uma resposta