Games na tela grande

13 de agosto de 2020

Voltando a falar sobre a safra de TVs que está chegando às lojas neste meio de ano, e que permanecerá pelos próximos meses, vale a pena mencionar os novos recursos para games. Esse é um mercado que nunca enfrenta crises; aliás, a quarentena serviu como estímulo – se é que ainda precisava – aos jogadores de todas as idades. No mundo inteiro, as vendas de consoles se mantêm, enquanto aumenta o acesso aos jogos online, hábito que muitos usuários já vinham cultivando mesmo antes da pandemia.

A edição de Agosto da revista HOME THEATER & CASA DIGITAL traz o tema para a capa, destacando inovações que os fabricantes criaram justamente para esse público. São exemplos de como evoluem rapidamente as tecnologias de processamento de vídeo e de áudio, no domínio digital. E, assim como nos filmes, passa a ser mais importante o tamanho da tela para ampliar a sensação de envolvimento dos jogadores. Ou seja, se você é um deles, talvez seja hora de trocar seu monitor por uma TV dessas.

A indústria de jogos é uma das que melhor se aproveitam dessa evolução, criando gráficos que às vezes dão a impressão de que se está diante de um filme, e não um game (vejam estas imagens). Não sou propriamente fã, mas é inegável o apelo, principalmente quando são imagens em 4K HDR, que não são mais exclusividade de filmes e séries. E os efeitos sonoros também estão sendo aprimorados. A ação dos games reproduzida em 5 canais, como nos filmes, é incomparável. 

 

 

Nos TVs top de linha LG e Samsung, os recursos para otimizar o impacto dos jogos são vários. Destaco aqui alguns deles;

G-Sync – Reduz o tempo de resposta aos comandos e melhora os contornos das figuras. Similar ao Freesync que vem nos TVs QLED da Samsung e em alguns modelos NanoCell LG.

VRR (Variable Refresh Rate) – Recurso dos jogos para Xbox: o TV consegue ajustar automaticamente a taxa de quadros que varia em cada jogo.

ALLM (Automatic Low-Latency Mode) – TVs com esse recurso entram automaticamente no modo de resposta mais rápida assim que detectam o sinal do jogo.

Os detalhes estão na edição da revista, que pode ser baixada aqui.

2 Replies to “Games na tela grande”

Deixe uma resposta