Próxima atração: a morte do cinema

9 de dezembro de 2020

A notícia já foi dada algumas vezes ao longo das décadas, mas – como disseram Mark Twain e Steve Jobs – eram ligeiramente exageradas. O cinema nunca morreu (até hoje), embora não faltasse quem decretasse que isso estava prestes a acontecer, por exemplo, quando surgiu a televisão (anos 50), o videocassete (70) e DVD (90. Nem mesmo o streaming era considerado “inimigo mortal”. Mas aí veio a COVID…

Com milhares de salas de cinema obrigatoriamente fechadas, Mulan, uma das maiores atrações da Disney este ano, saltou a famosa “janela de exibição” direto para as telas de TV, computadores, tablets e smartphones. Houve gritaria e até barricadas dos donos de cinema em alguns países, mas as caixas registradoras foram rapidamente substituídas por cliques, quem sabe bitcoins. Na semana passada, o anúncio de que a Warner irá lançar todos os seus filmes de 2021 diretamente no streaming pode ser (e já é) encarado como sentença definitiva para o setor de exibição.

Como mostra esta reportagem do site Poder 360, os números jogam contra aqueles que apostam na sobrevivência do cinema como o conhecemos. Grandes redes de exibição estão indo à falência, e, pelo menos enquanto a maior parte da população não estiver seguramente vacinada, não há qualquer chance para os blockbusters da temporada: Godzilla vs. King Kong, Matrix 4, No Time to Die (o novo 007), Duna, Mulher Maravilha 1984… todos devem sair ao mesmo tempo no streaming e nas poucas salas de cinema que se adaptarem às restrições da pandemia.

Para os fãs da Warner e os personagens da DC Films (vem aí mais um Batman), a má notícia é que o streaming HBO Max não tem ainda previsão de estrear no Brasil. Ou talvez a crise dos cinemas seja um bom pretexto para a empresa, que hoje pertence ao conglomerado AT&T, acelerar a estreia brasileira do serviço. Afinal, os fãs de cinema continuam consumindo filmes, só que não mais como antigamente.

2 Replies to “Próxima atração: a morte do cinema”

  1. Alvaro M Pestana disse:

    Eu penso que o Cinema conseguiu sobreviver por todas estas décadas apesar de toda a tecnologia desenvolvida, por que ir ao Cinema, sempre foi um evento importante para as pessoas. É diferente de você ligar seu home theater para assistir um filme. Para ir ao Cinema você fazia todo um ritual: vestir uma boa roupa, pegar sua namorada ou esposa, estacionar o carro. Aguardar no saguão do Cinema, comprar seus Mentex, Dropes Dulcora. Ou hoje, pegar um Combo de pipoca com refrigerante. Experimente assistir um filme de comédia no Cinema e depois de um tempo assista em casa. Você jamais vai rir como no cinema! Porque a plateia te faz rir muito mais. Me lembro dos anos 1970 quando assiti Thrinity ou A Pantera Cor de Rosa com Peter Seles, eu chorava de rir!!
    Por isso o Cinema nunca vai morrer!

  2. Sandmantj disse:

    o que vai matar o cinema é a TV de 100 polegadas 8K por mil dólares….

Deixe uma resposta