Mais um teste comparativo

30 de junho de 2011


Na próxima semana, circula a edição de julho da revista HOME THEATER & CASA DIGITAL, trazendo como reportagem de capa o primeiro teste comparativo entre TVs 3D publicado no Brasil. Na verdade, já tínhamos publicado uma análise desse tipo meses atrás, mas agora colocamos frente a frente (ou melhor, lado a lado) dois televisores de tecnologias concorrentes: um modelo ativo de 55″, da Samsung, e um passivo de 47″, da LG.

Para quem não está familiarizado com essas tecnologias, “ativo” é o nome que se dê ao sistema de projeção em 3D que utiliza um óculos especial, alimentado a bateria, onde duas lentes LCD fazem a leitura dos sinais emitidos pelo TV, propiciando que o cérebro humano combine as imagens destinadas aos olhos direito e esquerdo, entre as quais há um pequeno atraso. “Passivos” são os TVs que dispensam esse tipo de óculos: o processamento todo é feito dentro do próprio aparelho, e o óculos apenas lê os sinais que já vêm, digamos, prontos.

Depois de duas semanas assistindo a vários tipos de conteúdo nos dois televisores, constatamos que há boas diferenças entre essas tecnologias (assistam a este vídeo). Curioso foi notar como os dois fabricantes estão se digladiando por causa da novidade, que pode determinar a liderança de um ou de outro no mercado brasileiro (e mundial) nos próximos meses. Estamos tentando, inclusive, organizar um debate público entre LG e Samsung, para que ambas apresentem seus argumentos em favor de cada produto. Como são empresas que, já na Coreia, brigam em torno de cada centímetro, espera-se que a rivalidade se acirre ainda mais.

3 Replies to “Mais um teste comparativo”

  1. Clodoaldo Lima disse:

    Excelente topico, estou ansioso pelo conteúdo da nova edição.

    Quero saber os prós e contras de cada tecnologia.
    Sou fan incondicional da Sony(não mudo por nada)..rsrs , mas é bom saber o que ambas tem a oferecer e o que podemos esperar desse mercado 3D.

    Estou para investir em 3D no nos proximos meses.

    Abraços a todos

  2. ndot disse:

    Eu não gostei da matéria publicada na revista, acho que deveria haver uma conclusão definitiva da revista.

  3. Mike Zem disse:

    A Sony é a Nike da tecnologia. Eles estragam o mercado com sua supervalorização da marca. Por causa dessa “inflação” aliada a uma enxurrada de publicidade, os consumidores ficam miopes, acreditando numa qualidade superior, mas acontece que qualidade nao é mais diferencial, pois todas as grandes marcas oferecem, agora se as pessoas gostam de pagar absurdos por um produto com qualidades abstratas atribuidas a uma boa construção da marca, paciencia.
    Na minha opinião Samsung e Sony não são boas de imagem, a não ser na linha top, destinada à classe A. Mas isso é pessoal.

Deixe uma resposta