Guerra de preços, de novo?

priceCUTPara não perder espaço na corrida dos TVs 4K, a Sony estaria prestes a cortar fortemente os preços internacionais, abrindo uma nova guerra contra os fabricantes coreanos. A notícia, divulgada hoje em alguns sites de tecnologia, espalhou-se rapidamente – até agora, nenhuma confirmação. A informação é que os recém-lançados modelos Bravia X9, de 55 e 65 polegadas, cairiam para US$ 4.000 e US$ 5.500, respectivamente (os preços atuais são US$ 5.000 e US$ 7.000); além disso, dois outros modelos seriam lançados, nos mesmos tamanhos, mas a US$ 3.500 e US$ 5.000.

Tudo isso seria uma resposta à agressividade com que LG e principalmente Samsung reduziram seus preços no mercado americano nas últimas semanas, atendendo a pressões das grandes redes de varejo. O que chamou mais atenção foi a decisão da Samsung em relação ao TV OLED de 55″, um dos mais aguardados do ano (detalhes aqui). Os varejistas americanos também estariam reagindo à enxurrada de TVs 4K vindos da China, a preços até abaixo de 1.000 dólares, o que é absolutamente insano.

Claro, vamos ter de aguardar notícias mais detalhadas para saber até que ponto essa “guerra de preços” está mesmo começando. A princípio, me parece fora de propósito: se os fabricantes estão lançando TVs mais avançados justamente para aumentar suas margens, não faria sentido cortar preços agora, em produtos que mal chegaram às lojas. A Sony, aliás, teria outros trunfos para competir nesse segmento: está com cerca de 100 filmes de sucesso recente (da Sony Pictures) prontos para lançar em 4K, e que só poderão ser assistidos através de seu serviço de streaming. Valeria a pena bancar esses lançamentos para promover a venda dos TVs. Ou não?

A propósito, vejam aqui a situação dos TVs 4K no Brasil.

No comments yet.

Deixe uma resposta