As vantagens do HDMI 2.0

16 de julho de 2014

Concluindo os testes que fizemos durante a Copa do Mundo, nos jogos transmitidos pela SporTV em 4K, avaliamos que o maior avanço está na possibilidade de usar o conector HDMI 2.0. Os TVs que oferecem essa entrada se destacam dos demais, porque é o único padrão, por enquanto, capaz de captar a imagem Ultra-HD na frequência de 60 quadros por segundo (60P). Com a versão anterior do HDMI, é possível reproduzir vídeos Full-HD em 60P, mas é difícil saber como o sinal foi gravado. Em 4K, esse detalhe passa a ser mais relevante (todas as câmeras 4K registram as imagens nessa frequência).

Apenas para lembrar, segundo a definição do consórcio HDMI, o conector 2.0 tem as seguintes capacidades:

*Transmitir múltiplos sinais 4K pelo mesmo display;

*Trafegar sinal de vídeo em formato superwide (21:9);

*Sincronizar a transmissão simultânea dos sinais de áudio e vídeo;

*Transmitir até 32 canais de áudio simultâneos;

*Trafegar áudio de altíssima resolução quando necessário (a taxa de amostragem chega a impressionantes 1.5MHz.

Com exceção das imagens da Copa, que foram transmissões especiais, conteúdos em 4K só estão disponíveis através da internet (via Netflix e YouTube, principalmente). Nesse caso, o usuário precisa de uma boa conexão de banda larga, e o conteúdo original (como House of Cards, produção própria da Netflix) precisa ter sido gravado em 4K. Fizemos a comparação usando rede de 15MB e o resultado foi excelente. Certamente, quando (e se) tivermos discos pré-gravados em 4K, será melhor ainda.

Deixe uma resposta