Smart homes avançam pelo mundo

6 de outubro de 2018

Saiu mais um estudo mostrando o crescimento do mercado de automação residencial. Segundo a consultoria sueca Berg Insight, o crescimento em 2017 foi de 40,7% nas duas principais regiões: Europa e América do Norte somaram 45 milhões de residências que já têm um sistema instalado. Só nos EUA e Canadá, são 22,3 milhões de smart homes (penetração de 15,9%), e os pesquisadores estimam que esse número será de 63 milhões em 2022 (44% do total de habitações). Na Europa, com população três vezes maior, a previsão é de atingir 35% dos lares daqui a quatro anos, o que daria 83 milhões de famílias.

É interessante destacar o que a consultoria considera uma “casa inteligente”. Basicamente, é toda residência em que o sistema pode ser controlado a partir de um aplicativo de smartphone ou tablet. Pode incluir dispositivos como termostatos, fechaduras e portões eletrônicos, câmeras de segurança e lâmpadas de led (tudo smart), entre vários outros. Um mercado que ganhou maior impulso a partir de 2016 com a chegada das caixas acústicas smart, 90% das quais hoje compatíveis com os assistentes de voz Alexa (da Amazon) e Google Assistant.  

Um comentario para “Smart homes avançam pelo mundo”

  1. Jarede disse:

    Acredito que este seja um mercado em crescimento também no Brasil, impulsionado primeiramente pela segurança, antes mesmo da praticidade.

Deixe uma resposta