TVs: mais disputa entre as marcas

5 de janeiro de 2019

A curto prazo, ninguém enxerga sinais de que a Samsung venha a perder a liderança mundial em TVs. Seu domínio abrange todos os países importantes com exceção da China, situação que se mantém há pelo menos dez anos. Tem a ver com qualidade técnica, claro, mas também com posturas agressivas – inclusive na política de preços, quando necessário – e com sólidas estratégias de marketing. Vale lembrar que a marca também lidera o mercado de smartphones, sendo a única hoje capaz de rivalizar com a Apple (e isso dito por gente que entende bem mais do assunto).

Mas talvez esteja chegando a hora da mudança, digo, no segmento TVs. A disputa pelo segundo lugar tende a se acirrar a partir deste ano, como mostra recente pesquisa divulgada nos EUA pelo NPD Group. Comparando as vendas entre as principais marcas no mercado americano, vê-se que, enquanto a Samsung continua liderando, a chinesa TCL saltou de 4% para 13% de market-share. Vale observar os números:

MARCA 2016 2017 2018
Samsung 26% 25% 22%
Vizio 21% 19% 14%
TCL 4% 9% 13%
LG 9% 9% 10%
Element 7% 6% 7%

Obs.: dados válidos para unidades vendidas no período Janeiro-Outubro de cada ano

A pesquisa mostra ainda que, quando se trata de faturamento, a liderança da Samsung é mais ampla (35% em 2018), e as outras posições se alteram: LG, Vizio e Sony, pela ordem, com a TCL em quinto lugar. Mas, detalhe importante: dois anos atrás, a chinesa tinha apenas 2% de share em receitas com a venda de TVs; saltou agora para 9%! A explicação é que seu crescimento se dá principalmente nas faixas de produto mais populares, de 32 a 43 polegadas, onde a rentabilidade é sempre inferior.

A marca cresceu expressivamente no ano passado, após lançar TVs em parceria com a Roku, hoje a maior rival da Netflix nos EUA. Com isso, está roubando mercado da Vizio e da própria Samsung, por incrível que pareça. A partir de amanhã, teremos a chance de conferir outros números na CES de Las Vegas. Veremos como irão reagir LG e Sony, e também qual será a postura de outras chinesas com apetite, caso de Hisense e Haier. Fiquem ligados aqui e no hometheater.com.br.

Um comentario para “TVs: mais disputa entre as marcas”

  1. Rubens Pires disse:

    A Samsung tem ,aqui no Brasil,estratégia agressiva de vendas.Em todas as lojas só se vê QLED pra todos os lados.Oleds da Sony e LG ficam num cantinhio escondidos e os vendedores procuram desencorajar sua compra.A Panasonic desapareceu quase que completamente.Não encontrei sua OLED em nenhum lugar para ver pessoalmente…

Deixe uma resposta