TV paga sobe na audiência

5 de maio de 2014

Levantamento divulgado no fim de semana pelo site Notícias da TV, do jornalista Daniel Castro, revela que vem subindo acima da média a audiência dos canais pagos no Brasil. Na medição de março, foram 7,2 pontos, que projetados para o país inteiro equivalem a 4,2 milhões de telespectadores por dia. A marca anterior, de 6,9 pontos, havia sido alcançada em 2006, na época do horário eleitoral; agora, mesmo sem ter começando ainda a campanha, parece que mais gente sintoniza os canais fechados, e numa proporção ascendente.

Só para lembrar: o último levantamento da Anatel informa que em março existiam 18,4 milhões de domicílios atendidos por alguma operadora de TV paga; cada ponto de audiência significa 1% disso, ou seja, cerca de 184 mil residências. Como se sabe, desde sempre a campeã de audiência na TV por assinatura vem sendo a Globo, com seu sinal aberto, já que muita gente compra seu pacote simplesmente para ter uma imagem de melhor qualidade. Diz a tradição que o número de assinantes ligados na Globo sempre é maior do que todos os canais pagos somados.

Chacrinha princ__gallefullPois outra novidade apontada pelo site é que essa realidade está mudando: dona Globo já não é mais tão soberana. No ano passado, perdeu essa “disputa”, o que significa que mais pessoas estão descobrindo as atrações oferecidas pelas operadoras (as outras redes abertas nem entram no ranking). A partir de janeiro último, a diferença começou a subir em favor dos canais pagos: de 0,16 ponto (teoricamente, uns 30 mil domicílios) para 1,87 em fevereiro (344 mil), saltando para 2,17 (cerca de 400 mil) em março.

Antes que os inimigos da Globo saiam comemorando, vale lembrar outra estatística interessante: o canal pago que mais cresce é o Viva, da Globosat, cuja programação é toda voltada a reprises da emissora do Jardim Botânico. Ou seja, o público não deve estar gostando mesmo é dos programas atuais; prefere ficar com os velhos campeões de audiência, na base do vale-a-pena-ver-de-novo.

Deixe uma resposta