IFA mantém feira presencial, apesar de tudo

2 de julho de 2020

 

 

 

A IFA deve ser o primeiro grande evento da indústria eletrônica na retomada pós-pandemia. Os organizadores confirmaram a feira presencial em setembro, em Berlim, apesar das incertezas que persistem quanto ao fim da COVID-19. A Alemanha foi um dos países que melhor souberam gerenciar a crise, com altos investimentos em testes, quarentenas bem organizadas (e bem cumpridas pela população) na fase inicial e, claro, contando com um dos melhores sistemas públicos de saúde do mundo.

Mesmo assim, ainda não se pode dizer que o país esteja totalmente livre de uma “segunda onda”. Em algumas cidades, foi necessário voltar com as medidas de isolamento após o surgimento de novos casos, em junho. Mas a maioria das atividades foi reiniciada, com restrições: uso obrigatório de máscaras, postos de atendimento em grande quantidade, fechamento de alguns espaços públicos e regras de distanciamento.

As autoridades, como sempre tentando passar otimismo à população, afirmam que até setembro a situação estará “quase normal”, daí por que a Messe Berlin, empresa que organiza a IFA em conjunto com a Associação da Indústria Eletrônica local, confirmou a realização do evento. Desta vez, serão somente três dias (3, 4 e 5 de setembro), e não sete como de costume, com menos expositores e acesso mais restrito. Os portões não serão abertos ao público e o cadastramento de visitantes internacionais está sendo mais rigoroso.

Entre as principais marcas AV, estão confirmadas LG, Microsoft, Panasonic, Philips, Samsung, Sony e TCL. Mas a IFA há alguns anos já vêm adotando uma política de expansão para atrair segmentos como telecom, eletrodomésticos, fitness e até brinquedos. O Centro de Exposições de Berlim tem 28 pavilhões; provavelmente, nem metade deles será usada.

Brasileiros, como se sabe, não serão bem-vindos – aliás, neste momento, nem podem entrar na maioria dos países europeus. Mas será possível acompanhar algumas atividades online. Para os interessados, este é o link: https://b2b.ifa-berlin.com/en/.

Um comentario para “IFA mantém feira presencial, apesar de tudo”

  1. […] propósito, também a IFA de Berlim desistiu do evento presencial que havia confirmado para o início de setembro. A edição deste ano também será online, já que a maioria das […]

Deixe uma resposta