OLED, QLED e os outros LEDs

2 de março de 2020

A edição de março da revista HOME THEATER & CASA DIGITAL, que circula na semana que vem, traz um levantamento sobre os TVs de tela grande e os tipos de painel com que são montados. É o já conhecido festival em torno da sigla LED (Light Emitting Diode), seu elemento fundamental. Comentamos sobre esse assunto durante a CES, em janeiro (vejam detalhes aqui), e aos poucos vão surgindo informações sobre o que de fato cada fabricante pretende lançar comercialmente este ano.

Depois dos LCDs convencionais, que dominam o mercado mundial há anos, o tipo de painel que mais cresce é o QLED, muito em função dos investimentos da Samsung nessa tecnologia. OLED, da LG, continua sendo o mais bem cotado em testes de desempenho, mas esbarra na questão do preço – sem falar que realmente não é fácil competir com o marketing da concorrente.

Com sua estratégia agressiva, a Samsung parece estar conseguindo convencer os consumidores a migrar do LED-LCD para o painel de pontos quânticos (Quantum Dots). Conta ainda com o apoio da chinesa TCL, a marca que mais cresce e que também faz parte do consórcio QLED Alliance.

As duas empresas prometem ampliar ainda mais a oferta este ano, inclusive no Brasil. Em fevereiro, a Samsung anunciou para EUA e Europa nada menos do que cinco linhas de QLED 4K (uma delas na foto) e duas 8K; a programação para o mercado brasileiro ainda não foi confirmada, até porque o coronavírus pode interferir nos planos para o mundo inteiro. 

Sobre OLED, falaremos na sequência. E também sobre MicroLED, MiniLED, Dual-LED e toda a sopa de letras. 

Deixe uma resposta