Um colunista que vai fazer falta

9 de abril de 2008

ruy.jpgFico sabendo pelo Meio&Mensagem que um de meus colunistas preferidos, o grande publicitário Ruy Lindenberg, não irá mais escrever ali. Nossa imprensa fica assim mais pobre. Nos últimos quatro anos, Ruy enriqueceu o jornal com observações atentas, oportunas e (quando foi o caso) irônicas, não sobre a publicidade, mas sobre a vida – essa coisa tão banalizada ultimamente.

Em sua última coluna, Ruy resume esse período relembrando histórias que nos contou, algumas das quais confesso que tinha esquecido. Não me lembrava, por exemplo, do case da 1000tinho Transportes, uma empresa de Piracicaba cujo nome, por si só, já merecia um prêmio; nem de Dona Mariinha, que com sua Kombi percorre ruas de São Paulo anunciando de tudo, e com isso se tornou mais importante do que muitos veículos de mídia.

Brilhante como sempre, Ruy termina seu texto com um “cutucão” na mídia, que assino embaixo: “Muitos profissionais da imprensa dita séria acreditam que a liberdade deles é maior e mais preciosa do que a de outros. Assim fazendo, só a tornam menor, pois esquecem que esse é um bem comum e não deve ter dono”.

É isso aí, Ruy, mil vezes parabéns.

(Para ler os artigos de Ruy Lindenberg, este é o link).

Deixe uma resposta