Futebol em 33 milhões de pixels

10 de novembro de 2020

Não entendo nada de futebol americano, mas é preciso concordar que o país que agora está se livrando de Trump é o que melhor sabe lidar com transmissões de esportes na TV. E, nesse ponto, um novo recorde acaba de ser batido: o time San Francisco 49ers inaugurou na semana passada o primeiro sistema de vídeo totalmente 8K do planeta. Além de um telão monstruoso (60m de largura x 15m de altura), o Levi’s Stadium conta agora com um complexo de câmeras e processadores que permite exibir os detalhes dos jogos, em replay, para toda a torcida ver com uma qualidade de imagem inédita.

Infelizmente, a estreia do equipamento aconteceu sem torcida, por causa do coronavírus, num jogo contra o Green Bay Packers, pela NFL. O sistema foi encomendado à fabricante chinesa Fii, do grupo Foxconn (dono da Sharp), que garante não existir nada parecido no mundo. Mais do que a captação da imagens através de 5 super câmeras 8K, o segredo está no sistema de processamento e distribuição do sinal (vejam neste vídeo).

Para dar conta do volume de dados gerados (5 x 33.177.600 de pixels), o estádio foi dotado de uma rede cabeada de 152 feeds 3G (3 Gigabits por segundo). Segundo Aron Kennedy, coordenador técnico do 49ers, cada segundo de imagem 8K representa 6GB de dados, ou seja, são 30GB de imagens a cada segundo. Os sinais das câmeras são transmitidos a uma sala de controle no estádio, onde é feita a edição dos lances para mostrar ao público em replay – no futebol americano, alguns replays representam momentos de êxtase para os torcedores, daí por que a preocupação com a qualidade dessas imagens.

Enfim, uma façanha tecnológica, que antecipa a era do 8K.

Um comentario para “Futebol em 33 milhões de pixels”

  1. luis frederico pereira disse:

    País que se livrou do Trump? Espere pra ver aumento da carga tributária que será necessária para o Partido Democrata por em prática a expansão das atividades estatais que foram promessa de campanha.

Deixe uma resposta