Tecnologia, bem estar e as tendências para 2020

25 de novembro de 2019

CE Pro, o site americano que é referência para executivos da indústria de áudio, vídeo e automação, assim como para integradores e projetistas, divulgou  dias atrás – como vem fazendo sempre ao final de cada ano – suas 5 principais tendências para 2020. Duas delas são mais ou menos óbvias: Vídeo 8K e redes 5G. Mas você vai se surpreender com as outras três:

Biophilia – Nome dado ao conceito de integrar a casa com a natureza, tanto em termos de arquitetura e design quanto no uso eficiente dos recursos naturais (luz, água, alimentos, lixo) e no gerenciamento da energia consumida.

Iluminação externa (Landscape Lighting) – Neste item entram todos os recursos tecnológicos que permitem controlar a iluminação das áreas externas da casa, explorando inclusive a maior ou menor produtividade dos usuários conforme a intensidade da luz.

Gerenciamento de água – Pode parecer estranho, mas o uso da automação para controlar o fluxo e a qualidade da água utilizada nas habitações é um dos nichos que mais têm crescido no mercado americano. Só pra dar uma ideia, o conceito abrange itens como detecção de vazamentos, conservação e purificação da água, controle de piscinas, saunas e banheiras, chuveiros inteligentes, irrigação de jardins, quintais e até de plantas domésticas. 

Fica fácil perceber como a automação residencial pode ir muito além do que se vê hoje nas residências, mesmo com todo o buzz em torno da Internet das Coisas (IoT). Entender as mudanças que estão acontecendo no estilo de vida e na rotina das pessoas, seja dentro ou fora de casa, tem a ver hoje com a própria sobrevivência dos profissionais de projetos residenciais. E, considerando que a tecnologia propõe soluções para todos os itens citados (e outros tantos), abrem-se novas e grandes oportunidades de negócio para quem é da área.

Vamos ter que analisar cada uma das tendências em separado, nos próximos posts. Apenas como curiosidade, vale lembrar que o mesmo tipo de estudo, realizado pela equipe do CE Pro após consultas a especialistas de diversas áreas, gerou previsões nem sempre acertadas nos anos anteriores. Algumas tendências apontadas não se concretizaram até hoje. Confiram:

2018 – Crescimento dos sistemas de projeção de vídeo

2017 – Realidade Virtual e Realidade Aumentada

2016 – Criação de ecossistemas 4K nas residências

2014 – Automação como produto de massa

2013 – Redes residenciais de padrão empresarial (enterprise grade)

2012 – Comando dos equipamentos por gestos e voz

Mesmo assim, eles acertaram em vários outros pontos. E, seja como for, essas análises sempre servem para se observar em que direção estão soprando os ventos da tecnologia.

Deixe uma resposta