Chineses chegam com painel Dual-Cell

10 de janeiro de 2020

Para quem ainda tem dúvidas sobre o avanço dos fabricantes chineses no mercado ocidental, o sucesso da TCL já deve ser uma boa referência. Mas há outras marcas chegando com altas ambições. Uma delas é a Hisense, que já havia se destacado em edições anteriores da CES, mas agora entra de modo agressivo no maior mercado do mundo (o americano).

Comentamos meses atrás aqui sobre os painéis Dual-LCD que a Hisense estava lançando ainda de forma tímida. Nesta CES, o produto está sendo apresentado aos EUA com boa recepção por parte da mídia especializada e – a se confirmar a política de preços agressiva da Hisense – com potencial para fazer um belo estrago no mercado.

O nome foi trocado para Dual-Cell, que consiste basicamente em juntar dois painéis LCD, um montado sobre o outro, sendo ambos iluminados pelo backlight de leds convencional; um módulo é responsável pelos dados de luminância (preto/branco), e o outro pelas cores. Nas demos da CES, o primeiro painel trabalhava em 2k e o segundo em 4K. A Hisense garante que os TVs entregues às lojas, a partir deste mês, terão os dois painéis em 4K.

Ainda de acordo com técnicos da fabricante chinesa, o painel de luminância só acende os pixels ativos em cada cena, o que permite resultado similar ao de um backlight local dimming, com virtualmente 8,3 milhões de zonas para 4K (um painel local dimming comum tem cerca de 132 zonas). Outras especificações fornecidas pela empresa são notáveis, como o nível de preto: 0,00003 nits; apenas para referência, os painéis OLED apresentam black level zero.

Em tempo: a Hisense (que por enquanto não atua no Brasil) trabalha com a tecnologia Quantum Dots e sistema operacional Android.

Um comentario para “Chineses chegam com painel Dual-Cell”

  1. RubensPires disse:

    Duvido que isso resulte numa imagem melhor do que um painel OLED…

Deixe uma resposta