Orlandobarrozo.blog.br

Tecnologia para tudo (e para todos)

Samsung e OLED: de volta os rumores

5 de dezembro de 2021

Já tem sido noticiado que a Samsung irá aproveitar a CES, em janeiro, para finalmente demonstrar os displays híbridos QLED/OLED, com o nome comercial QD-OLED. Como comentamos aqui, são telas de leds orgânicos (portanto, sem backlight) sobre as quais é aplicada uma película de pontos quânticos, resultando em imagens mais brilhantes e, ao mesmo tempo, com muito maior contraste e profundidade que as atuais QLED, NanoCell e mesmo MiniLED.

Bem, esses são os fatos concretos. Acontece que, nas últimas semanas, vêm aumentando nos bastidores da indústria eletrônica os rumores de uma reviravolta dentro do grupo Samsung, que estaria estudando lançar TVs OLED comuns – e acreditem: comprando os painéis da LG, sua arqui-rival!

Como assim? Esses boatos começaram em março, com vários sites de tecnologia citando fontes de dentro da própria Samsung (vejam aqui). Sendo boatos (até hoje nenhuma das empresas se manifestou a respeito), vou aqui tentar resumir a história, que tem muitos detalhes.

O Grupo Samsung é gigantesco, e entre diversas divisões possui duas dedicadas à produção e comercialização de displays. SD (Samsung Display) é a responsável pelo desenvolvimento da tecnologia QD-OLED, que é extremamente complexa em si; SVD (Samsung Visual Displays) produz vários tipos de painel para TVs e os vende para diversos fabricantes, inclusive a própria SD.

Os TVs OLED que existem hoje são conhecidos na indústria como WOLED, ou WRGB OLED, com o chamado “subpixel branco”, que segundo a Samsung são menos duráveis, degradam a qualidade da imagem e sofrem de burn-in. A LG, maior fabricante desses painéis no mundo, naturalmente contesta essa afirmação.

Há pelo menos quatro anos a Samsung fala em lançar painéis híbridos (QD+OLED), só que, em vez do subpixel branco, utilizando maior porcentagem de luz azul na composição dos pixels. Até agora, não houve demonstração pública dessa solução, com a Samsung preferindo centrar forças na tecnologia MicroLED, que inclusive acaba de chegar ao Brasil.

Dentro do grupo, porém, parece ter surgido uma cisão: o pessoal da SVD não concorda com os altos investimentos em QD-OLED e estaria criticando a qualidade dos protótipos produzidos até agora. Quem sabe esteja vindo deles a boataria recente, de que o grupo decidiu suspender temporariamente os investimentos nesse “OLED azul” e negociar com a LG a compra do “OLED branco”.

A se confirmar, seria uma bomba no mercado, já que a Samsung teria de abrir mão das pesadas críticas que faz à tecnologia de leds orgânicos. Em tempo: a empresa é uma das líderes mundiais em painéis OLED para smartphones, tablets e até notebooks. Os novos boatos cresceram na semana passada, após reportagem do site coreano The ELEC, que cobre os bastidores da indústria de tecnologia no país.

Basicamente, o site informa, citando fontes ligadas à Samsung, que sua linha de TVs Premium para 2022 será formada por 3 milhões de modelos Neo QLED e 2 milhões de QD-OLED, estes produzidos com painéis WOLED adquiridos da LG; desses 2 milhões, 500 mil seriam comercializados como “TVs OLED”, portanto iguais aos da concorrente.

O site vai mais além, revelando que a Samsung está negociando com a LG também a compra de painéis LCD, que está parando de fabricar este ano. Motivo: a empresa não quer mais ficar dependente de fornecedores chineses, cujos preços vêm subindo e a qualidade oscila muito.

Bem, não custa repetir que tudo isso faz parte da onda de boatos. Pode muito bem ser mais um capítulo da “guerra de narrativas” que nos últimos anos vem assolando a indústria. Como as fontes não são identificadas, convém sempre um pé atrás. Ao longo de 2022 deveremos ter novas atualizações. Estaremos ligados aqui.

5 Replies to “Samsung e OLED: de volta os rumores”

  1. JOSÉ CARLOS MARIANELLI disse:

    Olá Senhor Orlando .

    Tanto ouço falar nas Sul Coreanas Samsung e LG e quanto a Panasonic e Sony o que teremos em termos de novidades na CES 2022 ? Sabemos que a Panasonic e Sony pelo menos enquanto estavam ainda apostando no mercado Brasileiro em que ambas as Empresas aposta ou apostavam na tecnologia Oled . Como Sony e Panasonic já nos deixaram alguns poderiam questionar o não interesse por uma dessas duas marcas quanto ao assunto televisores mas como gosto de estar informado eu gostaria de saber se o Senhor Orlando , tem alguma novidade das duas Japonesas na CES do mês que vem ?
    Eu sempre admirei a qualidade de imagem dos televisores da Sony mas depois que conheci Panasonic foi amor e hoje um amor saudade !!
    Se tiver alguma informação estou aguardando a resposta na medida do possível …

    Um forte abraço e fique com Deus como toda a família também . Amém .

  2. Orlando Barrozo disse:

    Olá, Zé Carlos. O que sabemos é que a Sony continuará apostando no OLED, mas comprando painéis da LG ou talvez da Samsung (se esta lançar). Já a Panasonic está diminuindo seus investimentos em TVs, preferindo se concentrar em sistemas de automação, automotivos e Inteligência Artificial. Vamos aguardar se na CES aparece alguma novidade. Abs.

  3. JOSÉ CARLOS MARIANELLI disse:

    Olá Orlando .

    Grato pelas informações .
    Me recordo que no passado estas duas marcas reinaram no mercado Mundial quanto ao seus belíssimos televisores aliado a qualidade de imagem . Sinceramente eu já sinto saudade da Panasonic e Sony mas sei e tenho certeza que hoje neste novo momento da evolução da tecnologia a Samsung e Lg nos oferece televisores com qualidade de imagem ao extremo e me mantenho bem informado acompanhando suas matérias !!
    Novamente minha gratidão .

  4. […] displays são esperados para o início de 2022 com grande expectativa. Samsung e Sony seriam as duas principais marcas. Os displays QD-OLED combinam o melhor do OLED e […]

  5. […] Na semana passada, quando revelou-se que a Samsung não iria mostrar o produto na CES, surgiu uma série de rumores. Para produzir o aparelho, a Samsung teria negociado a compra dos painéis OLED com a própria LG, sua arqui-rival. Tratamos desse tema aqui, em dezembro. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *